Eventos

Imip promove seminário sobre economia da saúde

O evento integra o calendário de atividades, que vêm ocorrendo ao longo do ano, para marcar os 45 anos do IMIP
    
Dentro das comemorações dos 45 anos, o IMIP promove na terça-feira (24/05), a partir das 8 horas, o Seminário sobre Economia e Avaliação da Saúde, no Memorial da Medicina. O evento tem como objetivo discutir importantes questões sobre a Economia da Saúde – uma nova disciplina que vem ganhando importância no Brasil nos últimos anos, e se situa como um campo de fronteira entre idéias econômicas e políticas sociais, necessitando, portanto, de colaboração multidisciplinar.
    
O presidente do IMIP, Prof. Bertoldo Kruse, fará a abertura do evento, que terá duas conferências: “Panorama da situação da Economia da Saúde no Brasil e no mundo”, proferida pela Dra. Sílvia Porto, presidente da Associação Brasileira de Economia da Saúde; e “O Desafio da Institucionalização da Economia da Saúde para o fortalecimento do SUS”, proferida pelo Dr. Elias Antônio Jorge, Diretor do Departamento de Economia da Saúde da Secretaria de Ciência e Tecnologia, do Ministério da Saúde.
    
Como comentadores, foram convidados a economista Tânia Bacelar, professora da Universidade Federal de Pernambuco, e o Dr. Armando Raggio, Gerente da UGP, Projeto Economia da Saúde, do Ministério da Saúde/IPEA. No encerramento do evento, às 11h30, haverá o lançamento do livro “Temas de Economia da Saúde”, da economista e mestra em Saúde Pública, Prof. Helena Lima, secretaria de Saúde do Estado do Ceará.
    
De acordo com o presidente do IMIP, Prof. Bertoldo Kruse, a Economia da Saúde pode ser vista segundo três vertentes: área de conhecimento, instrumento de gestão e tomada de decisão, e como atitude cultural, objetivando servir melhor à sociedade. “Desta forma, não é possível julgar os países por seus indicadores econômicos, sem levar em conta os indicadores sociais”, afirma.
    
Os questionamentos mais freqüentes entre os administradores de saúde são: o uso de recursos está direcionado no sentido da maximização dos benefícios? A escassez de recursos justifica a falta de qualidade? Este exercício de reflexão e consciência crítica é aconselhado pelo Nobel de Economia, o indiano Amartya Sem: “em múltiplas questões econômicas é preciso ir além dos dados aparentes e ver o que está acontecendo no próprio seio da sociedade”.
    
O evento foi organizado pelo Grupo de Estudos de Avaliação em Saúde, do Departamento de Pesquisa do IMIP, e tem o apoio do Cremepe e do Ministério da Saúde.
    
Serviço:
     Seminário sobre Economia e Avaliação da Saúde
     Horário: a partir das 8 horas
     Memorial da Medicina – Auditório 1
     R. Amaury de Medeiros, 260, Derby, Recife/PE
     Tel. (81). 3231.6801
    
Da Assessoria de Imprensa do Cremepe.
Com Informações da Assssoria de Imprensa do Imip.

Posts Relacionados
Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings