FIM DE ANO

Apresentação de corais conforta doentes no HC

Portadora de insuficiência renal crônica, a aposentada Leonice Júlia da Silva, 67 anos, comparece três vezes por semana ao Hospital das Clínicas (HC), na Cidade Universitária, Zona Oeste do Recife, para fazer hemodiálise, que dura em média quatro horas. Ontem, a monotonia foi preenchida por músicas natalinas. Antes de deixar a unidade, ela teve oportunidade de assistir aos corais de Natal que se apresentaram, de forma itinerante, no centro médico.

“Gostei muito, a gente fica aqui dentro e perde a noção do tempo. Eles parecem anjos e isso traz tranqüilidade para a gente”, disse. Assim como ela, pacientes dos ambulatórios, enfermarias, pediatria e UTI também tiveram a oportunidade de acompanhar as apresentações. A ação fez parte do projeto Dia de Canto, que desenvolve atividades artísticas para os pacientes do HC.

“Além de humanizar o atendimento, essas ações contribuem para a recuperação dos doentes. Trazer grupos diferentes, que desenvolvam ações na área das artes, incluindo música e teatro, por exemplo, é uma maneira de levar alegria e momentos de prazer para eles. A ação também atinge os funcionários, que muitas vezes, se sentem angustiados. Assim, o ambiente fica mais suave, melhor de ser trabalhado”, explicou a coordenadora do projeto, a médica patologista, Leniée Maia, também professora do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Segundo ela, só este ano, o hospital recebeu mais de 200 intervenções artísticas, entre apresentações de teatro, música, canto, contação de histórias.

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings