SOCIEDADE | Fonte: O Globo

Conselho Federal de Medicina lança sistema para avaliar faculdades

Fonte: O Globo

O Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Brasileira de Educação Médica (Abem) lançaram ontem o Sistema de Acreditação de Escolas Médicas (Saeme), para avaliar a qualidade das escolas de medicina do país. Com o Saeme, as entidades médicas não terão o poder de fechar as faculdades de Medicina – tarefa que cabe ao Ministério da Educação (MEC) -, mas pretendem ser reconhecidas como parâmetro para atestar a qualidade dos cursos. O MEC tem seu próprio sistema, o Sinaes (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior), que é considerado falho e superficial pelo CFM e pela Abem.

– Ela (a avaliação das entidades médicas) não tem poder legal. A única vez que o fechamento de vagas aconteceu foi quando Fernando Haddad (hoje prefeito de São Paulo) era ministro da Educação. Foram fechadas mil vagas, mas todas reabertas pouco depois por decisão judicial. A gente brinca que é mais fácil mudar cemitério de lugar que fechar escola de Medicina – explicou o presidente da Abem, Sigisfredo Luis Brenelli.

O Brasil tem hoje 252 escolas médicas, com cerca de 22.728 vagas para novos alunos todos os anos. E 95% se formam, o que dá mais de 20 mil médicos no mercado anualmente.

– Nossa intenção é oferecer uma possibilidade de avaliação independente e transparente. O sistema levará em consideração experiências internacionais, com adequações à realidade brasileira – afirmou o presidente do CFM, Carlos Vital.

O Saeme será implantando ao longo de três anos. Neste primeiro ano, serão avaliadas, em projeto piloto, 20 escolas, sendo dez públicas e dez privadas, distribuídas pelas regiões do país.

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.