RECIFE | Fonte: JORNAL DESTAK

Adolescentes somam 34% dos sumiços no Estado

crianca-desaparecidaDos 2.874 desaparecimentos registrados em Pernambuco, no ano passado, 1.003 foram de jovens, de ambos os sexos, com idades entre 12 e 17 anos. Isto representa 34,8% do total. Deste grupo, a meninas foram as que mais sumiram entre janeiro e dezembro de 2016. Dos 1.003 casos envolvendo jovens, 728, ou seja 72%, eram do sexo feminino.

De acordo com dados da Secretaria de Defesa Social (SDS), nos últimos três anos, Pernambuco manteve uma média de sete desaparecimentos por dia. Ao todo, foram contabilizados 2.804 e 2.858 casos em 2014 e 2015, respectivamente, no Estado.

O gestor da Delegacia de Desaparecidos e de Proteção à Pessoa (DDPP) do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Diego Acioli, desmente a crença de que é preciso esperar 24 horas para registrar o desaparecimento de uma pessoa em uma delegacia.

Contudo, ele orienta que antes de procurar a polícia familiares e amigos do desaparecido devem entrar em contato com pessoas mais próximas para tentar achar quem está sumido. “Feita essa primeira busca e não tendo sucesso, deve-se ir a uma delegacia mais próxima e registrar o caso”.

De acordo com a Acioli as redes sociais têm sido importantes aliadas nas buscas de desaparecidos. “Porém, as informações básicas, como a roupa que a pessoa estava usando, onde foi vista pela última vez e com quem, são essenciais para nos ajudar no início das investigações”, comentou.

Ainda segundo o delegado, entre os casos mais comuns no Recife estão os de crianças e pessoas com deficiência mental. “É importante nunca deixar estas pessoas sozinhas. Elas também sempre devem portar um cartão com dados dos responsáveis, como endereço e telefone”, orienta Acioli.

Encontrados

Outro dado que chama atenção é o fato de, oficialmente, terem sido encontrados apenas 19% dos desaparecidos em Pernambuco, em 2016. Ou seja, dos 2.874 sumidos nos 12 meses do ano, somente 562 foram achados pela polícia.

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings