REUNIÃO | Fonte: Assessoria de Comunicação do Cremepe

Secretário de Saúde recebe comissão de hemoterapia do Cremepe

Fonte: Assessoria de Comunicação do Cremepe

hemoA comissão de hematologia e hemoterapia criada pelo Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe), em plenária extraordinária do dia 14 de novembro, se reuniu na tarde da segunda-feira (11/12) com o secretário de Saúde do Estado, Iran Costa, na sede da secretaria, no Bongi. As pautas foram: a necessidade urgente do resgate e fortalecimento da especialidade hematologia e hemoterapia em Pernambuco; alocação destes profissionais nos hospitais de referência e implantação de serviços com estrutura adequada para atender a necessidade da população.

Estiveram representados na reunião o Hospital Barão de Lucena, Hospital das Clínicas, IMIP, Hospital da Restauração, Hospital Universitário Oswaldo Cruz, Hospital Agamenon Magalhães, HEMOPE, agência transfusional do Procape e Hospital do Câncer de Pernambuco. Cada representante apresentou os déficits de seus serviços que vão desde falta de recursos humanos, falta de insumos até plantas da estrutura para a especialidade.

O secretário de saúde que é oncologista e em muitas situações necessitou de sangue para seus pacientes explicou que um grande problema da hematologia e hemoterapia foi a questão da centralização do Hemope. “Não existe gestão com centralização e o que acabou com a hematologia do estado foi o Hemope”, disse Iran Costa.

Sobre os recursos humanos, de acordo com Iran, essa gestão chamou mais de 5 mil concursados, mas atualmente por conta da crise financeira só libera profissionais para emergência e Uti. Em relação aos medicamentos, em 20 de setembro de 2007, por exemplo, foi firmado decreto que os remédios oncológicos deveriam ser de responsabilidade do governo federal, mas este não assumiu e o Estado gasta hoje mais ou menos 79 milhões de reais com remédios oncológicos.

Diante do contexto, o secretário enumerou algumas ações que vão desde marcar uma reunião com os responsáveis por bancos de sangue em Pernambuco, a inserção do Huoc no fluxo de hemoterapia e abrir serviços. “Pretendemos abrir um centro de hematologia e hemoterapia em Caruaru e Petrolina”, indicou o secretário que está trabalhando para isso. Além de buscar o aumento de leitos na RMR, garantiu que há um plano para expansão da hematologia e hematologia e um convênio com a empresa para exames.

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings