REUNIÃO | Fonte: Assessoria de Comunicação do Simepe

Entidades médicas, MPPE e gestão municipal discutem soluções para Abreu e Lima

Fonte: Assessoria de Comunicação do Simepe

Foto: Chico Carlos

Representantes do Simepe e Cremepe participam de reunião, com gestores da Prefeitura Municipal de Abreu e Lima, nesta segunda-feira,19 de fevereiro, no Ministério Público de Pernambuco (MPPE), sob a coordenação dos promotores Édipo Soares e Maria Amélia Gadelha Shuler. A pauta abordou sobre a redução do quadro de profissionais do Pronto Atendimento da rede municipal, a precariedade de vínculos, além da necessidade da realização de concurso público.

Durante a reunião, o presidente do Simepe, Tadeu Calheiros, fez um relato histórico dos fatos que originaram a demanda, salientando as dificuldades de dialogar com a categoria em virtude do descumprimento dos prazos que ficaram estabelecidos pelo Secretário de Administração. Ele disse ainda que é muito importante a atuação conjunta das entidades médicas e o CAOP e Promotoria de Abreu e Lima, cobrando o pleno restabelecimento do serviço de saúde.

Silvio Rodrigues, do Cremepe, interveio para dizer que o hospital de Abreu e Lima já foi uma referência na região e um estabelecimento de profissionais concursados; fez referência a uma resolução, onde deduz que a restrição dos profissionais não reduz a sua responsabilidade. ” A restrição de profissionais só pode ser utilizada de forma transitória, cabendo ao diretor técnico a responsabilidade em caso de problema”, argumentou.

“Em Abreu e Lima, tivemos a redução do quadro efetivo de médicos pediatras o ano passado. O Simepe e o Cremepe cobraram providências do MPPE, com um prazo para a solução do problema em janeiro deste ano, o que foi cumprido parcialmente pela gestão municipal. Houve a recomposição das escalas em quatro dias da semana e um novo compromisso para total restabelecimento da escala a partir do 15 de março, além da garantia dos secretários de Saúde (Sônia de Arruda) e Administração (Djailson Correia) da realização de concurso público, nomeação e posse dos aprovados até o dia 06 de julho, ou seja, três meses antes das eleições gerais”, pontuou. Segundo ele, a gestão trouxe propostas que visam avançar e melhorar o atendimento da categoria médica e assistência da população.

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings