BRASIL | Fonte: JORNAL DO COMMERCIO

Mais dez terapias na lista do SUS

BRASÍLIA – O Ministério da Saúde anunciou ontem, no Rio, a inclusão de dez novas práticas alternativas no Sistema Único de Saúde (SUS) como florais, aromaterapia, bioenergética, constelação familiar e cromoterapia A partir de agora, são 29 procedimentos oferecidos. No ano passado, foram realizados mais de 1,4 milhão de atendimentos aos usuários, como acupuntura, yoga e auriculoterapia.

O anúncio foi feito na abertura do Primeiro Congresso Internacional de Práticas Integrativas e Saúde Pública, no Riocentro. As práticas alternativas começaram a ser oferecidas pelo SUS em 2006. As terapias estão presentes em 9.350 estabelecimentos em 3.173 municípios. Entre as práticas mais procuradas estão a acupuntura e a medicina tradicional chinesa.

Segundo o Ministério da Saúde, evidências científicas têm mostrado os benefícios do tratamento integrado entre medicina convencional e práticas integrativas e complementares. Além disso, há um crescente número de profissionais capacitados e habilitados e uma valorização dos conhecimentos tradicionais. Somente no ano passado foram capacitados mais de 30 mil profissionais.

O Conselho Federal de Medicina é contra. “Os médicos só podem atuar com procedimentos e terapêuticas que têm reconhecimento científico”, declarou o presidente do conselho, Carlos Vital.

Confira a lista: Apiterapia, Aromaterapia, Bioenergética, Constelação familiar, Cromoterapia, Geoterapia, Hipnoterapia, Imposição de mãos, Ozonioterapia, Terapia de Florais.

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings