CIDADES | Fonte: JORNAL DO COMMERCIO

Falta vacinar mais de um milhão

SAÚDE Pelo menos 45% dos quase 2,4 milhões de pernambucanos dos grupos prioritários foram imunizados. Os outros têm até 1º de junho

Passado o Dia D da vacinação da gripe, no último sábado (11), Pernambuco chegou perto da cobertura vacinal prevista para a pós-mobilização nacional contra a doença – que, em sua forma severa, já atingiu este ano 24 pessoas no Estado. Dessas, três foram a óbito pelo agravamento da infecção através do vírus H1N1. Para afastar complicações e evitar mortes, os municípios imunizaram 1.080.318 pessoas até ontem. O número corresponde a 45% do total de quase 2,4 milhões de pernambucanos inclusos nos grupos prioritários. A meta da Secretaria Estadual de Saúde (SES) era vacinar, até o Dia D, metade do público-alvo para facilitar o alcance da meta de 90% desse contingente vacinados até o dia 1º de junho.

Os postos de saúde continuam abertos, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, para aplicar a vacina da gripe em mais de 1,3 milhão de pessoas que permanecem aptas a receber a dose, pois fazem parte do universo com maior risco de agravamento da doença, em comparação com a população em geral.

“Continuamos a reforçar o alerta para a importância de as pessoas se vacinarem contra a influenza, evitando formas graves da doença, internações e óbitos. Os municípios pernambucanos estão abastecidos de doses e continuam mobilizados durante toda a campanha”, informa a coordenadora do Programa de Imunização da SES, Ana Catarina de Melo.

Atualmente o município com maior percentual de vacinação é Abreu e Lima (85%), no Grande Recife. Na última semana, era uma das cinco cidades pernambucanas que apresentavam inexistência de público imunizado no sistema de monitoramento da campanha, provavelmente por falta de atualização dos dados na plataforma online. O segundo e o terceiro municípios com maior cobertura vacinal, até agora, são Igarassu (80%) e Itapissuma (74%) – ambos também no Grande Recife. A capital pernambucana já tem mais da metade da população (55%) protegida da gripe. Já Olinda e Jaboatão dos Guararapes estão com 49% e 34% de cobertura, respectivamente.

No sistema de monitoramento da campanha, três municípios do Estado permanecem com um baixo percentual de vacinação: Santa Filomena (12%), no Sertão; Catende (13%) e Sirinhaém (13%), ambos na Zona da Mata Sul. Entre o público com maior risco de apresentar complicações pelos vírus, as crianças de 6 meses a menores de 5 anos são as que estão com a menor cobertura vacinal. Em Pernambuco, 609.586 meninas e meninos dessa faixa etária estão aptos a receber a vacina contra gripe. Até agora, contudo, 36% deles estão imunizados. Ou seja, mais de 50% desse contingente precisam ir aos postos até o dia 1º de junho. “Orientamos que o público-alvo participe da campanha. Quanto mais baixa a cobertura, mais pessoas estarão susceptíveis (ao adoecimento por gripe)”, reforça Ana Catarina de Melo.

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.