VISTORIA | Fonte: Assessoria de Comunicação do Cremepe

Cremepe, MPPE e Apevisa voltam a fiscalizar o Hospital de Belo Jardim

Fonte: Assessoria de Comunicação do Cremepe

O Cremepe participou na manhã desta terça-feira (15/05) de uma ação conjunta com o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e a Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa) em unidades de saúde públicas e privadas de Belo Jardim que fica a 184 km do Recife. A ação teve início na sede do MPPE, onde o grupo foi recebido pelo promotor da cidade Daniel Ataíde Martins que fez um breve histórico da situação.

O objetivo desta ação foi de dar continuidade a um procedimento que existe no MPPE desde 2014, onde já foi firmado um Termo de Ajustamento e Conduta (TAC), além da construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que é anexa ao Hospital Júlio Alves de Lira. O promotor reafirmou que a vistoria é para atualização das informações relacionadas às cirurgias, recursos humanos e também condições de funcionamento – verificadas pela vigilância.

Hospital – Durante a vistoria foi verificado que a unidade está realizando cirurgias ginecológicas – cesáreas, curetagem, laqueaduras -, mas com pediatra apenas para evoluções. Conta com enfermeira obstétrica 24h, todos os dias da semana. Gestantes com parto normal são evoluídas pelo clinico e as de cesáreas são evoluídas pelo obstetra, este ano foram realizadas 147 cirurgias obstétricas.

As outras cirurgias estão sendo realizadas através de um convênio com um hospital privado da cidade para a realização de cerca de 1500 cirurgias, onde foram pactuadas 100 cirurgias por mês, mas por questões financeiras estão sendo realizadas cerca de 70 cirurgias por mês. Os pacientes da cirurgia geral são triados pelos ambulatórios das policlínicas.

Sobre a escala de plantão: há um médico plantonista responsável pelas intercorrência e evoluções (24h). Não tem diarista. São 56 leitos no total – 12 de pediatria, 9 da obstetrícia, 4 da cirurgia masculina, 12 da cirurgia feminina, 12 clinica medica feminina, 7 clinica medica masculina. Tem raio x e laboratório. Estão sendo implantados 9 leitos de retaguarda. No total, a unidade conta com 7 médicos, 8 enfermeiros, 56 técnicos de enfermagem, farmacêutico, psicólogo. Não tem fonoaudiólogo e nem fisioterapeuta.

Unidade de Pronto Atendimento – A emergência do Hospital tem funcionado na UPA que funciona no mesmo prédio, apenas uma porta divide os dois serviços, por isso, a fiscalização também vistoriou a emergência. Na UPA a escala esta completa com 25 médicos que são responsáveis pelos atendimentos de urgência e transferências. A média de atendimento é de 350 pacientes nas 24h. O serviço tem classificação de risco.

APEVISA – A vigilância Sanitária verificou diversas irregularidades tais como medicações vencidas, ausência de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH). Na parte da limpeza os funcionários não tinham equipamentos de proteção e os produtos de uso doméstico.

Todas as irregularidades constatadas pelos órgãos de fiscalização serão encaminhadas através do Relatório para o MPPE.

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings