PSIQUIATRIA | Fonte: DA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO CREMEPE

Fila de espera para perícias no HCTP é tema de reunião no Cremepe

A fila de espera para portadores de transtornos psiquiátricos que cometeram algum crime e passaram pela Justiça é longa. A espera por perícia no Estado de Pernambuco, no Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCTP), na Ilha de Itamaracá, a cerca de 35 quilômetros do Recife, pode chegar até dois anos.

Essa foi realidade apontada pelos representantes da Justiça e pela diretoria do hospital, na manhã desta quinta-feira (05.07), na sede do Cremepe.

“O prazo correto seria em torno de 15 dias para uma perícia ser concluída”, disse o promotor de execução penal, Marcellus Ugiette. Já a defensora pública, Ana Carolina Khouri, e a diretora do HCTP, Cecy Assis, defenderam a criação de cargos para psiquiatras forenses com a realização de concursos públicos no Estado.

O presidente do Cremepe, André Dubeux, ouviu atentamente às colocações dos presentes e levou a situação para a Associação Brasileira de Medicina Legal e Perícias Médicas Regional Pernambuco (ABMLPM-PE), que se comprometeu em contribuir no que for necessário para ajudar a solucionar o problema.

Também esteve presente na reunião a coordenadora de Saúde Mental da Secretaria Executiva de Ressocialização, Alga Côrtes.

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings