COTIDIANO | Fonte: Folha de Pernambuco

Doença tem alta de 41,38%

Os registros de leptospirose, doença transmitida pela urina de ratos infectados pela bactéria Leptospira, continuam a crescer. Já há um aumento de 4138% dos casos confirmados e alta de 17,3% nos casos suspeitos quando se comparam os periodos de janeiro até 30 de junho de 2018 e 2017. No ano passado, foram 399 doentes suspeitos e 87 confirmados, mas agora são 468 quadros notificados e 123 atestados. As mortes confirmadas também subiram de 13 para 14.0 cenário mais uma vez expõe o drama da enfermidade, que está na lista das doenças negligenciadas, e que exige um enfrentamento multifacetado. A Secretaria Estadual de Saúde (SES) desde o inicio do ano vem trabalhando em conjunto com os municípios onde os casos e mortes acenderam o sinal vermelho. Um dos próximos passos é revisar dois óbitos relacionados a Jaboatão dos Guararapes, na RMR, que encabeça a lista de cidades com maior número de mortes: cinco.

“A cidade foi colocada com cinco mortes, mas até agora só temos três. Outros dois, sendo um em um hospital privado e outro em uma UPA, 0 médico desconfiou que era leptospirose, mas foi coletado sangue e as amostras deram negativas”, apontou a superintendente de Vigilância à Saúde, Vânia Freitas. A gestora disse que já acionou a vigilância epidemíológica do Estado para rever os dados e, junto ao médico notificador, modificar o status desses dois óbitos para investigação. Vânia Freitas ainda destacou que a cidade vem acompanhando com atenção a situação da leptospírose e desenvolvido várias ações de prevenção aos roedores.

Das desratizações feitas neste ano, 2.195 foram realizadas em imóveis após denúncias a população, 2.189 feitas em áreas de risco, 1.282 ações já aconteceram como medida de bloqueio de casos suspeito e notificado. O boletim estadual aponta que Jaboatão contabiliza este ano 64 notificações, oito casos a mais que 0 mesmo período de 2017, que somou 56. No Brasil, a taxa de letalidade da leptospirose é de 40%, em Pernambuco é em torno de 10%.

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings