SOCIEDADE | Fonte: Assessoria de Comunicação do Sopepe

Sopepe reúne especialistas para debater nova duração da Residência em Pediatria

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sopepe

A Sociedade de Pediatria de Pernambuco (Sopepe) e a Comissão Estadual de Residência Médica reuniram, na última sexta-feira (20), os coordenadores de Residência e supervisores dos programas de pediatria de Pernambuco para uma conversa com a secretária executiva da Comissão Nacional de Residência Médica, Rosana Leite.

Em visita ao Recife, Rosana esteve no Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira – Imip e esclareceu dúvidas sobre os programas de Residência em Pediatria que, a partir de 2019, passarão a durar três em vez de dois anos. A mudança partiu de proposta apresentada pela Sociedade Brasileira de Pediatria e foi aprovada em 2013 pela Comissão Nacional de Residência Médica.

Compareceram à reunião todos os coordenadores de Residência em Pediatria dos hospitais Osvaldo Cruz, das Clínicas, Barão de Lucena, Maria Lucinda e Imip. O Hospital Dom Malan, de Petrolina, também participou, por meio de teleconferência.

“Estamos em fase de transição. O encontro com Rosana foi importante porque destacou como fazer essa passagem, as dificuldades e as soluções desse processo, para que todos os programas de Residência do Estado passem a cumprir a nova determinação”, destaca Eduardo Jorge Fonseca, presidente da Sopepe.

Dentre os conteúdos que serão acrescentados ao currículo dos residentes até 2019 estão os cuidados com a saúde mental e o atendimento ambulatorial às vítimas de violência. Já os estudos sobre cuidados com adolescentes terão a carga horária ampliada.

Tags :
Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.