DIRETORES | Fonte: Assessoria de Comunicação do CFM

Abem e CFM convidam cursos de Medicina a participarem de processo de acreditação

A Associação Brasileira de Educação Médica (Abem) está convidando diretores de escolas médicas e coordenadores de cursos de Medicina a participarem do processo de acreditação de escolas médicas que desenvolve em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM).

Desde julho deste ano, uma carta está sendo enviada às instituições de ensino apresentando o Sistema de Acreditação de Escolas Médicas (Saeme), que, segundo o documento, desde 2016 já certificou 28 escolas médicas brasileiras e conduz processos de avaliação de outras sete.

De acordo com Sigisfredo Luís Brenelli, presidente da Abem, ao ser acreditado pelo CFM e a Abem, o curso recebe “um aval de qualidade” e “pode utilizar o relatório nos seus processos de adequação e evolução do projeto pedagógico, bem como permite que seus estudantes possam participar de cursos, estágios, e processos de revalidação de diplomas estrangeiros nas principais escolas dos Estados Unidos, Canadá e Europa, já que o Educational Commission for Foreign Medical Graduates (ECFMG) passou a adotar essa exigência para formados a partir de 2023”.

Parceria – A parceria CFM/Abem une a preocupação com a boa formação dos futuros médicos da Abem com as atribuições constitucionais do CFM de fiscalização e normatização da prática médica, além da competência de registro profissional do médico, e de apreciação e julgamento de infrações éticas.

Conforme explica o presidente do CFM, Carlos Vital o Saeme “nasce da demanda de maior participação das escolas médicas, das entidades profissionais e da sociedade no desenvolvimento de uma visão crítica sobre a qualidade da formação médica no Brasil e da necessidade de apresentar à sociedade um processo de acreditação transparente e independente”.

Processo – O processo de avaliação do Saeme compreende uma etapa de preenchimento online de um questionário que abrange cinco domínios (gestão educacional, programa educacional, corpo docente, corpo discente e infraestrutura, estruturados em 80 subdomínios), seguida de análise destes dados e visita ao curso de medicina por uma equipe composta por quatro avaliadores.

O resultado dessa avaliação é encaminhado para uma Comissão de Acreditação que elabora e encaminha para a escola médica um relatório pormenorizado. A escola pode recorrer da decisão ao Conselho Superior do Saeme, que terá suas observações consideradas.

O Conselho Federal de Medicina tem viabilizado este processo, sendo gratuita a inscrição neste momento.

Todas as informações, passos para a inscrição, instrumento e processo de acreditação podem ser consultados no site (saeme.org.br), no site da Abem (abem-nacional.com.br) ou do CFM (portal.cfm.org.br).

Tags :
Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings