CONFERÊNCIA | Fonte: Academia Pernambucana de Letras

A influência da epilepsia na obra de Fiódor Dostoiévski

A Academia Pernambucana de Letras  promoverá na próxima segunda-feira, dia 10 de setembro, às 15h, na sede de Academia  (Av. Rui Barbosa, 1596, Graças, Recife-PE) a conferência “A influência da epilepsia na obra de Fiódor Dostoiévski” proferida pelo acadêmico e médico Francisco Barreto, Dr. Chicão, com participação do acadêmico Roque de Brito Alves. “Dostoiévski sofria de epilepsia. Ele aceitou a doença e deu um horizonte como escritor ao trazer a enfermidade para os seus personagens como por exemplo nos livros escritos: O Idiota, Crime e Castigo, Os Irmãos Karamazov”, ressalta Dr. Chicão.

Fiódor Mikhailovitch Dostoiévski foi um escritor, filósofo e jornalista do Império Russo. É considerado um dos maiores romancistas e pensadores da história, bem como um dos maiores “psicólogos” que já existiram (na acepção mais ampla do termo, como investigadores da psiquê). A influência de Dostoiévski é ímpar: ele influenciou diretamente a Literatura, a Filosofia, a Psicologia e a Teologia. Sob sua influência direta foram produzidas várias obras literárias e cinematográficas. Foi também reconhecido como precursor dos seguintes movimentos: nietzscheanismo, psicanálise, expressionismo, surrealismo, teologia da crise e existencialismo.

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings