RESOLUÇÃO 2079/2014 | Fonte: Assessoria de Comunicação do Cremepe

Cremepe comprova déficit de médicos nas UPAs

Fonte: Assessoria de Comunicação do Cremepe

São realizados cerca de 14 mil atendimentos nas 24hs da UPA N. Descoberta.

O Cremepe, no meio do ano, reuniu os diretores técnicos das UPAs de Pernambuco para apresentação e explicação da resolução CFM Nº 2079/2014 que dimensiona a equipe médica nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA). Na oportunidade, ficou deliberado que a gestão teria que dimensionar os médicos do serviço a fim de cumprir a determinação e a autarquia acompanharia as ações através de vistorias. As fiscalizações começaram em setembro nas unidades em São Lourenço da Mata, Nova Descoberta – zona norte do Recife – e Caruaru.  Os três serviços estão com o déficit de médicos e serão notificadas pelo Conselho. “O Cremepe não vai abrir mão do cumprimento da resolução e a partir de outubro vai notificar as unidades”, assegurou Rodrigues.

De acordo com o 2º secretário do Cremepe, Sílvio Rodrigues, que está à frente das vistorias o déficit de médicos é de pelo menos dois clínicos no plantão. A normativa determina a presença de um médico exclusivo para cada dois leitos na sala vermelha (sala de estabilização) e um médico para cada oito da sala amarela (sala de observação). Além disso, o paciente não pode ficar por mais de 24h nos setores.

Entretanto, em vistoria na última segunda-feira (24/09), na UPA de Caruaru, a equipe de fiscalização encontrou a sala vermelha superlotada – haviam quatro leitos e 7 pacientes internados, sendo um em ventilação mecânica que já estava internado a dois

 dias, com necessidade de UTI. A gestão informou que o paciente não foi transferido por falta de vaga. Já a sala amarela que tem dez leitos estava com 100% de ocupação, com pacientes internados há cinco dias e com indicação de internamento em Cirurgia vascular.

Já na UPA de Nova Descoberta Solano Trindade que atende uma média de 14 mil pacientes por mês o problema da falta de vagas para UTI na rede conveniada se repetia e a superlotação também. A unidade foi fiscalizada no dia 5 de setembro a sala vermelha que tem 5 leitos estava com 4 pacientes internados, e a paciente a mais antiga que tinha diabetes descompensada estava internada a 4 dias aguardando senha da Secretaria.

Para o Conselho a adequação de profissionais no serviço é fundamental para o funcionamento da rede de saúde e assistência à população.

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings