DEBATE | Fonte: Assessoria de Comunicação do Cremepe

Reforçando os cuidados na obstetrícia com foco na responsabilidade médica

Fonte: Assessoria de Comunicação do Cremepe

O Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) em parceria com as entidades médicas de Pernambuco – Simepe e AMPE – promoveram nesta quarta-feira (17/07) o debate “Reforçando os cuidados na obstetrícia com foco na responsabilidade médica”. O evento ocorre na sede do Conselho e conta com as explanações da presidente do Simepe, Cláudia Beatriz, e dos conselheiros e obstetras Luiza Menezes e Olímpio Moraes.

O encontro voltado para médicos obstetras, residentes e estudantes tinha o objetivo de trazer para a reflexão dilemas que ocorrem todos os dias nas maternidades do Estado. “Todo resultado atípico e indesejado no exercício da medicina é da responsabilidade do médico?”, para responder essa dúvida, os palestrantes optaram em mostrar alguns casos que ainda causam dúvidas, sobre responsabilidades de negligência, imprudência e imperícia; manobra de Kristeller; solicitação de laqueaduras, ligadura tubária, de cesárea. Além de questões relacionadas ao aborto.

“As mulheres têm o direito de decidir sobre as questões relacionadas ao seu corpo e à sua vida. Qualquer ato médico deve ser autorizado pela paciente. Apenas em risco iminente de morte, justifica-se a aplicação de medidas salvadoras, prevalecendo assim o princípio da beneficência sobre o da autonomia”, salientou Olímpio. Os palestrantes também destacaram a obrigatoriedade de elaboração de resumo de alta e preenchimento do prontuário médico, além do cuidado no momento da rendição que tem que ser “ombro a ombro”.

Por fim, destacaram os princípios básicos da bioética: BENEFICÊNCIA (obrigação de se maximizar o benefício e minimizar o dano), JUSTIÇA (atuar com imparcialidade, evitando que aspectos sociais, culturais, religiosos, morais ou outros interfiram na relação) e AUTONOMIA (direito de decidir sobre as questões relacionadas ao seu corpo e à sua vida).

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.