LOCAL | Fonte: Diario de Pernambuco

Cremepe investiga cesariana

Fonte: Diario de Pernambuco

Conselho Regional de Medicina de Pernambuco abriu sindicância para apurar a conduta médica da equipe que realizou a cirurgia cesariana de uma jovem de 15 anos no Hospital Memorial Guararapes, em Jaboatão, em 7 de setembro. A paciente denunciou que a gravidez era gemelar, mas que, ainda na sala de cirurgia, recebeu em seus braços apenas um bebê.

“O Conselho informa que não recebeu denúncia, entretanto, a partir de matéria na mídia, abriu sindicância ex-offício”, comentou o órgão, através de nota, acrescentando que a apuração corre em sigilo. Segundo a família da jovem, exames feitos em outra unidade de saúde mostravam que ela estava grávida de dois meninos. Os documentos foram apresentados à polícia e uma perícia deve dizer se a gestação era ou não gemelar. De acordo com o hospital, a mãe da paciente estava presente do início da incisão até o nascimento da criança.

“Ela acompanhou todo o ato, bem como a surpresa da equipe ao constatar que havia apenas um bebê”, informou a unidade, em nota. O hospital assevera que a mãe da jovem “acompanhou os procedimentos de verificação da equipe para ter a certeza de que não havia outro bebê”.

A Polícia Civil informou que está apurando o caso e a delegada Vilaneida Aguiar está ouvindo todas as partes. A equipe médica foi intimada a prestar depoimento e as imagens das câmeras da sala de cirurgia foram solicitadas para esclarecer o que aconteceu durante a cesariana.

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings