GARANHUNS | Fonte: Assessoria de Comunicação do Cremepe

Em nove meses o IML é requalificado

Fonte: Assessoria de Comunicação do Cremepe

Há pouco mais de um ano o Instituto de Medicina Legal (IML) foi inaugurado em Garanhuns, 230 km do Recife. A unidade localizada ao lado do Hospital Regional Dom Moura contava com estrutura pequena e sem privacidade para os usuários. Sem limpeza e segurança. O Cremepe fiscalizou, emitiu um indicativo de interdição, reuniu os gestores da polícia científica, prédio onde funciona o IML, e em 11 de setembro re-fiscalizou a unidade que melhorou consideravelmente.

Essa história começou no ano passado, em 20 de junho, quando o Cremepe realizou a primeira fiscalização no IML de Garanhuns, após a unidade ser integrada a polícia cientifica do Estado. Na ocasião, o serviço funcionava em apenas “uma sala única é dividida para o atendimento médico legal (exame sexológico) e o consultório, onde a separação era feita por um armário de arquivo, sem privacidade e nem espaço suficiente e iluminação para o exercício profissional do médico”, indicava o relatório de vistoria que resultou em um indicativo de interdição ética.

Logo que foram notificados, os gestores da unidade científica estiveram no Conselho em 11 de julho de 2018, para discutir a situação do serviço. Na ocasião, ficou acordado que a secretaria encaminharia ao Cremepe um documento esclarecendo os déficits do serviço e estabelecendo prazos para resolução das questões apontadas no relatório de fiscalização. Não só a unidade foi reformada como mudou de local de funcionamento.

Em 11 de setembro, o Cremepe re-fiscalizou o IML que está totalmente modificado. Agora, a unidade conta com uma recepção própria com banheiro para os pacientes, uma parte exclusiva para crianças. O consultório é equipado e tem espaço suficiente para os procedimentos. Há uma sala para o arquivo e não há contato direto com as equipes do Instituto de Criminalística (IC). A equipe de médicos está completa em todos os dias da semana, mas não há ‘ferista’ e é necessária a nomeação de um diretor técnico. O relatório será novamente encaminhado a Secretaria de Defesa Social do Estado (SDS).

Tags :
Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings