Portas abertas contra sarampo

Fonte: Jornal do Commercio

Postos de saúde de todo o Estado já estão abastecidos com a vacina tríplice viral (que protege contra sarampo, caxumba e rubéola) para a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, que começa hoje.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), Pernambuco recebeu 170 mil doses, já distribuídas aos municípios, para imunizar apenas crianças entre 6 meses e menos de 5 anos que ainda não iniciaram ou não finalizaram o esquema vacinal.

Até 27 de setembro, 731 casos suspeitos de sarampo foram registrados no Estado: 242 foram descartados, 23 confirmados e os demais estão em investigação. Em agosto, um bebê de sete meses morreu em Taquaritinga do Norte, no Agreste do Estado, vítima da doença.

Nesta fase da campanha, que segue até o dia 25, com Dia D marcado para 19, a vacinação será voltada exclusivamente para os pequenos. Segundo a SES, a primeira dose da tríplice viral deve ser aplicada em todas as crianças que têm entre 6 e 11 meses, a segunda aos 12 meses e, por fim, a terceira deve ser ministrada em meninos e meninas aos 15 meses. A pasta lembra ainda que, a partir dos 2 anos, se a criança não tiver iniciado o esquema vacinal, as doses devem ser aplicadas com intervalo de um mês entre elas. No dia 18 de novembro começará a segunda etapa da campanha, direcionada a adultos entre 20 e 29 anos que não estejam com a vacinação em dia.

RECIFE

Na capital, 170 postos estarão aplicando as vacinas, mantendo o horário de atendimento estendido em nove unidades. “Desde o início de setembro, de segunda a sexta, a cada dia, pelo menos duas unidades de saúde mantêm as salas de vacinação abertas das 8h às 21h, fechando uma hora para almoço”, informou a Secretaria de Saúde do Recife. A lista dos postos de saúde está disponível para consulta no site www.recife.pe.gov.br.

Até o momento, foram confirmados no Recife três casos de sarampo e outros 67 ainda estão em investigação.

Na última sexta-feira, a estudante Maria Luísa de Oliveira, 20 anos, voltou à Policlínica Lessa de Andrade, na Madalena, Zona Oeste do Recife, depois de um mês, para tomar a segunda dose e o processo foi simples e rápido. “Eu acredito na importância da vacinação, não só por mim mas pelas pessoas que estão perto de mim.”

Para outros, não foi tão simples. A psicóloga Kécia Melo, 37, passou a semana tentando cumprir vacinar o filho de 6 meses. “Fui a dois postos e não tinha ninguém para aplicar”, reclamou. A mãe foi três vezes ao Hospital dos Servidores do Estado e uma ao Posto de Saúde da Família União das Vilas, no Espinheiro, Zona Norte. Todas sem sucesso.

A Secretaria de Saúde do Recife disse que o técnico de enfermagem da União das Vilas estava de férias e a recomendação era que os pacientes procurassem outra unidade. O Instituto de Recursos Humanos (IRH) do governo do Estado, que responderia pelo HSE, não respondeu até a noite de ontem.

5.404 casos de sarampo foram confirmados nos últimos 90 dias no Brasil, segundo o Ministério da Saúde. 23 casos da doença estão confirmados este ano em Pernambuco, com uma morte, segundo a Secretaria de Saúde

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings