saúde | Fonte: DIARIO DE PERNAMBUCO

Vacina disponível para toda Aldeia

Fonte: DIARIO DE PERNAMBUCO

Dose contra a febre amarela será aplicada hoje em três postos do bairro. No sábado houve imunização em residencial onde saguis aparecerem mortos

A vacina contra a febre amarela estará disponível para todos os moradores de Aldeia, em Camaragibe, a partir de hoje, das 8h às 16h, nos postos de Estratégia de Saúde da Família (ESF) de Araçá, Asa Branca e Vila Rica. A aplicação das doses foi antecipada depois que 14 saguis apareceram mortos no Condomínio Clube Campo Alvorada, no 13,5 km da Estrada de Aldeia. Os moradores e funcionários do residencial foram imunizados no sábado. Para a população de todo o estado, a campanha acontecerá a partir de 1º de março.

Também haverá hoje uma reunião entre síndicos de condomínios de Aldeia que tem têm fragmentos de matas com maior concentração de saguis. Representantes das secretarias de Saúde do estado e de Camaragibe participarão. A vacina foi antecipada em Aldeia – bairro onde vivem cerca de 20 mil pessoas – por precaução pela Secretaria Estadual de Saúde, mas o motivo da morte dos macacos ainda está sendo investigado. Além da febre amarela, causas como dengue e envenenamento não foram descartadas. A febre amarela tem mosquitos como vetores. Vale lembrar que os macacos não transmitem a doença ao homem e que matar os animais é crime previsto em lei. A vacinação de sábado teve início às 9h e contemplou cerca de 500 moradores e funcionários. “Não há motivo para desespero porque ainda não há circulação do vírus da febre amarela no estado”, explicou a superintendente de imunização da SES, Catarina de Melo. Os moradores e f uncionários também foram orientados, através de palestra, sobre a importância da vacina de prevenção, os riscos do contato com a doença e a situação da febre amarela no país. “Pedimos também que não ofereçam alimentação nem maltratem os animais”, explicou Claudenice Pontes, gerente de vigilância das arboviroses da Secretaria Estadual de Saúde. De acordo com a diretora de atenção primária do município de Camaragibe, Ana Perez, a orientação se estenderá a outras residências situadas em áreas próximas de matas, onde o mosquito transmissor pode ser encontrado. “Eu fiquei sabendo dos riscos do contato da doença através do comentário no condomínio. Estou tranquila, mas dá medo de acontecer alguma coisa, né? É preocupante. O pessoal ficou tenso no início.Uns ficaram com mais medo que outros, mas com a palestra todos foram se informando e se tranquilizando”, afirmou Ana Célia, 41 anos, funcionária do condomínio, que acabava de deixar o local após tomar a vacina. Ela estava de folga sábado, mas foi até o local de trabalho para realizar a prevenção. Durante toda a manhã, o f luxo de carros era intenso na entrada do Clube Campo Alvorada. Muitos moradores e veranistas entravam e saíam do local, mas evitavam qualquer contato com a imprensa. Com a morte dos saguis, os moradores dos condomínios próximos ao Alvorada que dividem o mesmo trecho de mata também têm buscado medidas de prevenção. “Não estamos com medo de contrair o vírus, porque ainda não temos a confirmação da contaminação. Até o momento é especulação, mas estamos tomando as medidas de prevenção cabíveis para proteger os moradores e funcionários e o entorno. Queremos fazer um cinturão de fortaleza. Nós estamos tomando todas as providências junto à Secretaria de Saúde do Estado e a Prefeitura de Camaragibe”, disse Kildaire Soares Vieira, síndico do condomínio residencial Torquato Castro I, que fica a 700m do Alvorada.Síndicos de residenciais construídos em áreas de mata habitadas por saguis se reunirão hoje com autoridades Cerca de 500 pessoas foram imunizadas em ação no condomínio Clube Alvorada

“Não estamos com medo de contrair o vírus, porque ainda não temos a confirmação da contaminação. Atéomomentoé especulação, mas estamos tomando as medidas de prevenção cabíveis”

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings