COVID - 19 | Fonte: Jornal do Commercio

Mais um hospital de campanha desativado

Fonte: Jornal do Commercio

As matérias veiculadas pelo jornal citado como “fonte” não representam a opinião do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe). O clipping tem por objetivo atualizar os leitores das principais notícias referentes à saúde veiculadas no país e, principalmente, no estado de Pernambuco.

Equipamentos serão transferidos para outras unidades O último paciente a receber alta do Hospital Provisório Recife 3 (HPR3), na Imbiribeira, Zona Sul do Recife, que está em processo de desativação, foi o aposentado Manoel Rodrigues Santiago, 82 anos, que ficou 14 dias entre leito de terapia intensiva (UTI) e de enfermaria, após ser socorrido com falta de ar. “Não há palavras para descrever meu sentimento de gratidão. Agradeço ao Todo-poderoso e a todos que cuidaram de mim com tanto amor”, relatou Manoel. Com mais de 2,3 mil metros quadrados de área construída, o HPR3 contava com 107 leitos, sendo 80 UTIs e 27 enfermarias. Pela unidade, passaram mais de 500 pacientes. Em agosto, a Prefeitura do Recife desativou também o Provisório 2 (HPR2), nos Coelhos, área central da cidade, que foi o maior hospital de campanha construído pela gestão municipal. Noinício de julho, já haviam sido desativados leitos nos hospitais construídos nas áreas externas do Hospital da Mulher do Recife (HMR) e das Policlínicas Barros Lima (Casa Amarela), Amaury Coutinho (Campina do Barreto) e Arnaldo Marques (Ibura). No HMR e nas policlínicas, foram removidas as estruturas provisórias erguidas nas áreas externas das unidades, mas todas permanecem com leitos de covid-19 nas áreas internas. Ao todo, já foram desativados 693 leitos municipais, restando 335 vagas em funcionamento, sendo 153 UTIs e 182 enfermarias. Após a desativação do HPR 3, o único hospital de campanha que permanecerá funcionando completamente será o Provisório Recife 1 (HPR1), localizado na Rua da Aurora, em Santo Amaro, área central do Recife. Segundo a Prefeitura do Recife, os equipamentos médico-hospitalares do HPR3 serão levados para outras unidades de saúde municipais, como as maternidades e o Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa, em Areias, na Zona Oeste. Parte dos materiais continuará temporariamente guardada em galpões para voltar a ser usada caso a curva epidêmica volte a subir e houver necessidade de reabrir leitos municipais. PERNAMBUCO Ontem o Estado confirmou 181 novos casos da covid-19. Entre os confirmados, 40 (22%) são casos graves e os outros 141 (78%) são pacientes com sintomas leves. Agora, Pernambuco totaliza 136.853 casos confirmados e 7.888 mortes pela doença.

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings