Educação | Fonte: Diário de Pernambuco

Uma semana decisiva para a educação.

Fonte: Diário de Pernambuco

As matérias veiculadas pelo jornal citado como “fonte” não representam a opinião do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe). O clipping tem por objetivo atualizar os leitores das principais notícias referentes à saúde veiculadas no país e, principalmente, no estado de Pernambuco.

Escolas de Fernando Noronha retomam aulas presenciais amanhã, mesma data em que decreto de suspensão em todo o estado expira

A semana representa um marco na retomada das atividades em Pernambuco, desde o início da pandemia do novo coronavírus, que vem atingindo o estado desde março. As escolas de Fernando de Noronha começam a retornar às aulas presenciais amanhã, sendo as primeiras unidades educacionais pernambucanas a reabrirem as salas de aula. Na mesma  data poderá ser decidida a reabertura das demais escolas do estado, já que o decreto de suspensão expira no dia 22 de setembro.

O arquipélago tem duas escolas, ambas geridas pela rede estadual de ensino. Ao todo, contam com 619 estudantes matriculados, desde o berçário ao ensino médio. A volta será gradativa, com a primeira turma sendo do ensino médio, e no dia 29 de setembro as turmas do 6º ao 9º ano retornam. Já os estudantes dos anos iniciais retornarão no dia 6 de outubro. Para adequar a Escola de Referência em Ensino Fundamental e Médio (Erem) Arquipélago ao protocolo de segurança para o controle da pandemia da Covid-19, uma série de adaptações foi realizada nas instalações.

Entre as mudanças na estrutura da escola em Fernando de Noronha estão a troca de salas menores por salas maiores, instalação de pias e colocação de álcool gel nos espaços comuns. As salas estão com distanciamento de 1,5 metro entre as cadeiras, sendo reduzida a capacidade para garantir o distanciamento social. As turmas que tinham entre 30 e 40 alunos, ficarão com 12. Além dessas modificações, serão distribuídas três máscaras para cada aluno e protetores faciais para os professores.

Para a decisão, pesou o fato de que Fernando Noronha não registra a transmissão comunitária do vírus – de um morador para o outro – desde abril.

A retomada começa pela Escola Arquipélago, na qual estudam 402 alunos. Os matriculados nas séries do ensino médio retornarão às aulas nesta semana, enquanto os estudantes do fundamental nas semanas seguintes. As classes do fundamental englobam os tanto os cinco anos iniciais quanto os quatro finais.

O reinício das atividades presenciais para as crianças menores será a partir de 13 de outubro, no Centro Integrado de Educação Infantil Bem-Me-Quer, com 217 meninos e meninas matriculados na educação infantil e no berçário. Na primeira semana, o pré-escolar e o jardim. A segunda beneficiará o berçário.

“É a primeira vez que o protocolo setorial de educação será posto em prática nas nossas escolas. O retorno às aulas presenciais na ilha será acompanhado com especial atenção, pois nos ajudará a compreender ainda mais o processo”, disse o secretário estadual de Educação Fred Amâncio em entrevista coletiva concedida no dia do anúncio da retomada. Apesar do decreto estadual expirar amanhã, ainda não há previsão de quando serão reiniciadas as aulas presenciais das escolas das outras cidades.

Saiba mais
 

  • 619 estudantes estão matriculados nas duas escolas da ilha
  • 402 frequentam a Escola Arquipélago
  • 217 compõem o Centro Integrado de Educação Infantil Bem-Me-Quer
  • 119 casos de Covid-19 já ocorreram em Noronha, sendo 88 leves e 31 graves 
Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings