Cremepe lamenta o falecimento do endocrinologista Roberto Augusto Azevedo

Com imenso pesar, o Cremepe lamenta o falecimento do médico Roberto Augusto Azevedo ocorrida no dia 9 de setembro de 2020.

Dr. Roberto Augusto Azevedo era especialista em Endocrinologia e Medicina Nuclear, formou-se no curso de Medicina pela Universidade Federal de Pernambuco em 1962 e em 1963, como bolsista da Organização Mundial de Saúde (OMS), especializou-se no uso clínico de radioisótopos no Hospital Del Salvador, em Santiago do Chile.

Ele foi membro da equipe que iniciou o Serviço Público de Medicina Nuclear no então Hospital Dom Pedro II (atual Hospital das Clínicas da UFPE), onde trabalhou até se aposentar como de chefe daquele Serviço. 

Paralelamente às suas atividades no Serviço Público, foi fundador do primeiro Serviço Privado de Medicina Nuclear do Estado de Pernambuco que posteriormente deu origem ao Laboratório Cerpe, que tornou-se o maior Laboratório Privado do Norte/Nordeste do Brasil, tendo sido referência nacional na área de  Medicina Nuclear. 

Em 2008 teve sua trajetória profissional reconhecida pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) por seu desempenho e dedicação à Endocrinologia Pernambucana. Até o ano de 2016, Dr. Roberto continuou em plena atividade profissional como Endocrinologista, clinicando em seu consultório no Instituto de Endocrinologia do Recife (IER).

Dr. Roberto teve uma  vida profissional sempre intensa e produtiva, mas, sobretudo,  foi um Médico que pautou seu ofício na ética e na relação humana com seus pacientes e colegas. O Cremepe solidariza-se aos amigos e familiares.

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings