Noronha tem novo caso “importado” de Covid-19

As matérias veiculadas pelo jornal citado como “fonte” não representam a opinião do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe). O clipping tem por objetivo atualizar os leitores das principais notícias referentes à saúde veiculadas no país e, principalmente, no estado de Pernambuco.

A Administração de Fernando de Noronha informou ontem que foi confirmado um novo caso de Covid-19. O passageiro, trabalhador de uma empresa da ilha, desembarcou no aeroporto Carlos Wilson na quarta-feira e, embora tenha feito o exame no dia anterior à viagem, como pede o protocolo, o resultado positivo só saiu após a chegada ao arquipélago. Com o novo diagnóstico, agora são cinco pacientes em recuperação em Noronha, cumprindo quarentena, e sobe para 52 o número de casos “importados” de Covid-19, aumentando o total para 126, sendo 74 na ilha, incluindo os 46 identificados pelo estudo epidemiológico em curso.

Também ontem, as praias que são administradas pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e integram o Parque Nacional Marinho – como Sancho, Leão e Atalaia –  ficaram fechadas à visitação, com placas explicando que a medida se devia ao cumprimento de protocolos da Covid-19. Permaneceram em operação apenas mergulhos e passeios de barcos. Pelas redes sociais, o instituto esclareceu que o fechamento ocorrerá apenas às quintas-feiras para ações de manutenção e testes de novos recursos tecnológicos para melhorar a experiência dos visitantes.

Noronha iniciou, no sábado, uma nova etapa de reabertura do turismo, com permissão de entrada para todos, contanto que realizem um exame do tipo RT-PCR na data anterior à viagem, ou na própria data do embarque, e apresentem o resultado negativo no desembarque em Noronha. Caso não saia a tempo, o visitante fica isolado no local da hospedagem até que receba o resultado do teste. Na saída da ilha, ou no quinto dia da viagem, o visitante faz um novo exame.

Números


  • 825 novos casos da Covid-19 foram confirmados ontem
    – 34 (4%) são casos de síndrome respiratória aguda grave (Srag) e 791 (96%) leves

  • 154.866 casos confirmados, sendo 26.642 graves e 128.224 leves

  • 136.278 pacientes já se recuperaram

  • 18 novos óbitos confirmados ontem
    – 5 do sexo feminino
    – 13 do masculino

  • 8.456 mortes já foram provocadas pela doença no estado


Tags :
Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings