Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica | Fonte: Folha de Pernambuco

Pernambuco notifica novo caso de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica

Fonte: Folha de Pernambuco

As matérias veiculadas pelo jornal citado como “fonte” não representam a opinião do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe). O clipping tem por objetivo atualizar os leitores das principais notícias referentes à saúde veiculadas no país e, principalmente, no estado de Pernambuco

Agora, o Estado conta com o registro de 25 crianças que manifestaram a SIM-P

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) notificou um novo caso da Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P). Associada a casos posteriores à Covid-19, a SIM-P pode levar a complicações coronárias graves e de longa duração se não houver rápida identificação e tratamento adequado. Em Pernambuco, 25 casos da síndrome foram confirmados pela SES-PE. 

Dos 25 casos confirmados da rara síndrome no Estado, duas crianças morreram, 22 evoluíram para a cura e uma se mantém internada. Dois casos eram de crianças de outros estados (Alagoas e Piauí). Os outros 23 casos são de Pernambuco – Recife (7; entre eles, 2 óbitos), Caruaru (2), Ipojuca (1), Jaboatão dos Guararapes (3), Goiana (1), Sirinhaém (1), Joaquim Nabuco (1), Limoeiro (1), Timbaúba (1), Flores (1), Santa Cruz do Capibaribe (1), Vitória de Santo Antão (1), Serra Talhada (1) e Paulista (1). 

A criança que foi identificada com a SIM-P pelo boletim epidemiológico da SES-PE está internada em enfermaria. Trata-se de uma paciente de 7 anos, moradora de Paulista, que teve início de sintomas sugestivos da Covid-19 no início da segunda quinzena de novembro. A menina, que teve resultado positivo para o novo coronavírus, encontra-se com quadro estável. 

Dos casos registrados até o momento, 13 são do sexo masculino e 12, do feminino; com idades entre 1 e 14 anos.

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings