COVID - 19 | Fonte: Diario de Pernambuco

Cremepe pede ao governo ajuste no Plano de Convivência com a Covid-19 em Pernambuco

Fonte: Diario de Pernambuco

O Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) emitiu um parecer nesta terça-feira (22) pedindo ao governo do estado medidas mais efetivas de combate ao coronavírus.  Entre os pedidos estão o ajustamento no plano de convivência para uma fase mais compatível com a expectativa de aumento de casos de infecção pelo Covid-19.

A autarquia informou também que conforme os dados disponíveis, do governo do Estado, há um “apontamento de crescimento de infectados e mortes, nas próximas semanas”. A organização ainda pede providências do Estado sobre os serviços públicos de saúde; uso de espaços públicos; circulação de pessoas; superlotação de transporte público e a falta de fiscalização adequada do uso obrigatório de máscara e do distanciamento das pessoas.

“Consideramos ainda, incompreensível a permissão para reuniões, comemorações, festividades, bem como a frequência de bares e restaurantes, com elevado número de pessoas, propiciando as inevitáveis aglomerações”, disse um dos trechos do informativo do Cremepe.

A organização também cita que não basta apenas abrir novos leito de UTI e enfermarias, mas também se faz necessário um modelo direcionado a redução de circulação do vírus pela imunização populacional. O Cremepe também pede mais respeito e melhores condições de trabalho aos profissionais da categoria que estão no combate à pandemia.

Em resposta, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) informou que vem adotando medidas proporcionais ao cenário epidemiológico por meio das verificações diárias dos indicadores. “Nas últimas semanas, o Governo de Pernambuco anunciou a proibição de shows, festas e similares e, na avaliação da última semana epidemiológica, a decisão foi por intensificar os processos de fiscalização”, disse a nota.

O órgão estadual também informou que recomendou aos municípios pernambucanos ampliação na fiscalização do Plano de Convivência com a doença, tendo como foco locais públicos, como praças, parques e praias que ultimamente estão registrando aglomerações. Também foi recomendado que os municípios fiquem atentos a manutenção de distanciamento social, e do uso de máscaras em bares, casas noturnas e restaurantes.

“A Secretaria Estadual de Saúde também tem monitorado permanentemente o abastecimento e os estoques de equipamentos de proteção individual (EPIs) das unidades da rede estadual de saúde de todo o Estado e deflagrado ações para garantir a compra de itens de acordo com as especificações técnicas recomendadas pelos órgãos de controle, visando garantir a segurança do profissional de saúde e dos pacientes”, finalizou a nota da SES-PE. 

Tags :
Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.

Clippings