Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Rápidas – Médico lamenta a morte da bebê Sofia e diz que foi um “triste dia”

O médico da bebê Sofia lamentou ontem a morte da menina. “Apesar de não ter vontade de trabalhar hoje, eu sei que vou continuar esta eterna luta pelo próximo paciente, sempre tentando devolver ou estender a vida nem que seja por um instante”, disse Rodrigo Vianna, brasileiro que coordena a equipe que realizou o transplante em Sofia no hospital Jackson Memorial, em Miami. A menina morreu após uma parada cardiorrespiratória na madrugada de ontem. Portadora de uma doença rara, foi submetida a um transplante múltiplo do aparelho digestivo, mas não resistiu a uma infecção contraída depois que deixou o hospital para se recuperar em casa, no regime de home care. Sofia estava na UTI do hospital e não reagiu ao tratamento.