Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Experiências compartilhadas

Mulheres com câncer de mama assistem o corpo passar por diversas transformações no tratamento. Manter a autoestima elevada ajuda a enfrentar a doença de forma mais tranquila. Em Pernambuco, o mundo virtual está ajudando a conectar pacientes que já passaram por tratamento com mulheres que assim como Flávia têm uma história de sucesso para contar.

O grupo no whatsapp Amigas do Peito troca experiências, dúvidas e incentivos. A representante comercial Renata Amorim, 45, descobriu o câncer de mama, há seis anos. Na época, com dois filhos de um ano, ela se dispôs a fazer o que fosse preciso pela cura. Atualmente sente orgulho de poder colaborar com outras pacientes.“Encontrar pessoas como eu mostra que você pode voltar à vida normalmente. É um conforto para elas e uma sensação boa de poder ajudar”.

Durante todo o mês de outubro, alguns restaurantes do Recife irão convidar os clientes a deixarem R$ 1 na conta, para ajudar a Casa Rosa. As secretarias municipais de saúde, o Hospital do Câncer e a Sociedade Brasileira de Mastologia também prepararam programação.

O Diario lança hoje também campanha, em ensaio fotográfico, de incentivo à promoção da saúde da mulher e contra o câncer de mama. Uma das mulheres fotografadas é Maria do Carmo Brito, 69 anos. Ela, que já retirou uma das mamas, mantém a autoestima lá em cima. “Enfrentei o espelho depois da cirurgia e quando o cabelo caiu, mas nada me abala. A doença não me impede de ser feliz.”