Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Serviço de Pronto Atendimento 2 de Peixinhos poderá ser interditado

Foi dado um prazo de 30 dias para a unidade adotar providências para garantir a assistência aos pacientes da unidade de saúde

O Serviço de Pronto Atendimento 2 (SPA) de Peixinhos, em Olinda, no Grande Recife, sofrerá indicativo de interdição ética a partir desta quarta-feira (21). A decisão foi tomada pelo Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe), em plenária, após análise do relatório de fiscalização realizada no dia 2 de outubro. A Prefeitura de Olinda já foi notificada, segundo o presidente do Cremepe, Sílvio Rodrigues.

Ele explica que a principal motivação de interdição foi o fechamento da unidade no período da noite. “Isso faz com que os pacientes, que iniciaram o tratamento ao longo do dia e ainda estão em fase de estabilização, tenham que ser transferidos para outras unidades, o que aumenta o risco de complicação do quadro de saúde ou até de óbito durante o transporte”, ressalta Sílvio.

O indicativo de interdição dá um prazo de 30 dias para que a gestão da unidade regularize os pontos destacados no relatório. Caso não sejam cumpridos, a unidade de saúde está sujeita à interdição definitiva. “Se os problemas não forem resolvidos, os médicos serão orientados a deixar de trabalhar nessas condições no serviço”, acrescenta o presidente do Cremepe.

O Sindicato dos médicos (Simepe) já denunciou a situação ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE).