Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Último foragido da Operação Hipócrates é preso em Caruaru

O grupo que o suspeito fazia parte foi acusado de vender cirurgias, que deveriam ser gratuitas, para pacientes do Hospital Regional do Agreste, especialmente para vítimas em maior vulnerabilidade

Na tarde desta quarta-feira, Jamesson Luiz da Silva, conhecido como “Janequini”, foi preso em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Segundo a Polícia Civil, ele fazia parte de organização criminosa que praticava golpes contra pacientes do Hospital Regional do Agreste (HRA).

A organização foi desarticulada a partir da Operação Hipócrates, no dia 11 de novembro. O suspeito de 58 anos foi preso em uma residência na Rua Cristóvão Colombo, no bairro de Nossa Senhora das Dores. Ele não resistiu à prisão e confessou as suspeitas do crime. o Disque-Denúncia havia oferecido até R$2 mil reais por informações que levassem a Jamesson.

A Operação Hipócrates durou quatro meses e resultou na prisão de nove pessoas: dois médicos, seis profissionais de saúde e uma comerciante. Além das prisões, foram apreendidos documentos, computadores e uma arma de fogo em posse do vereador de Tacaimbó, Claudomiro Martins da Silva.

O grupo foi acusado de vender cirurgias, que deveriam ser gratuitas, para pacientes do Hospital Regional do Agreste, especialmente para vítimas em maior vulnerabilidade. A quadrilha cobrava entre R$4 e R$12 mil reais por cirurgia e chegou a extorquir R$12 milhões das vítimas num período de dois anos.