Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Larvicida contra zika está em falta

BRASÍLIA – Num ano em que o número de casos de dengue e de mortes provocadas pela doença foi recorde, e em meio a um risco real de expansão da epidemia de nascimentos de bebês com microcefalia (má-formação que está fortemente associada ao zika vírus), o Brasil não dispõe de uma arma essencial para o controle do mosquito vetor das duas doenças: o larvicida.

Documento do Ministério da Saúde encaminhado para secretarias estaduais admite a falta do insumo e aconselha as administrações a fazer remanejamento dos estoques entre cidades e Estados. O documento, datado de setembro, previa que o problema estaria resolvido até outubro, algo que não ocorreu.

O larvicida é usado para combater criadouros instalados em água limpa, como poços e baldes, armazenada por causa da falta d?água em vários Estados do Nordeste. A Secretaria de Saúde Pernambuco diz que o problema começa aos poucos a ser resolvido.