Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Miolinho quebra o silêncio em hospitais

O Bloco Miolinho Mole, dos Doutores da Alegria, levará música, descontração, alegria e muitas cores para seis hospitais do Recife esta semana e na próxima, transformando por algumas horas o silêncio, a seriedade e a brancura desses lugares. Os palhaços “besteirologistas”, como se autodenominam, começarão a farra hoje no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc) e no Procape, ambos em Santo Amaro, área central da capital. Será a chance de crianças que estão internadas para tratamento médico esquecerem um pouco a dor e curtirem antecipadamente a folia momesca.

“Muitas vezes o bloco é a única oportunidade que essas crianças têm para viver um pouco o Carnaval. Alguns estão fazendo tratamento que duram semanas, meses”, observa o coordenador artístico dos Doutores da Alegria no Recife, Arilson Lopes. Uma das novidades deste ano é que os adultos também serão contemplados com o projeto. Na sexta-feira, os corredores do Hospital Santa Casa de Misericórdia, também em Santo Amaro, serão tomados pelo cortejo dos palhaços doutores, que vão visitar exclusivamente os adultos. “Nosso desafio é encontrar a criança que tem dentro do adulto”, diz Greyce Braga, que se transforma na Doutora Monalisa.

O Miolinho Mole estará no Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip), no bairro dos Coelhos, na quinta-feira (28). Na próxima semana, dia 1º, a visita será no Hospital da Restauração, no Derby, e no dia 3, no Barão de Lucena, na Iputinga. As alas pediátricas são decoradas para receber os besteirologistas. Quando é possível, as crianças até se fantasiam. Há um concurso para escolher o “Mominho” e a “Balizinha”. Entre os profissionais de saúde, os palhaços elegem a “Boboleza”. Quem quiser pode contribuir doando fantasias de crianças. É só procurar o serviço social dos hospitais.

Quinta-feira da próxima semana, dia 4, os Doutores da Alegria se encontrarão novamente no Bloco do Miolo Mole. Será a partir das 18h, na Rua da Moeda, com saída às 20h. “Faremos o menor percurso do mundo em linha reta. O bloco vai desfilar pela Avenida Rio Branco. Vamos ir e voltar várias vezes”, conta Arilson.