Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Repelente para gestantes do Bolsa Família

O Governo Federal distribuirá gratuitamente repelentes de mosquitos a grávidas que participam do programa Bolsa Família. A ação busca intensificar o combate ao mosquito, que transmite a dengue, chikungunya e o zika, responsável pelo aumento dos casos de microcefalia no país. O ministro da Saúde, Marcelo Castro, vai se reunir amanhã com os fabricantes de repelentes para estudar a viabilidade de fornecer a quantidade necessária. Segundo ele, o governo trabalha com o número médio de 400 mil gestantes em todo o País.

“Às demais pessoas, recomendamos que usem os repelentes. São produtos seguros, registrados e aprovados pela Anvisa e as pessoas podem comprar em farmácias para usar”, aconselhou. No dia 15, Marcelo Castro havia descartado a distribuição de repelentes para todas as grávidas do País.

O ministro informou que a pasta voltou atrás na estratégia porque os laboratórios brasileiros não tinham capacidade de suprir a demanda de repelentes para distribuição a todas as grávidas do país. Conforme o ministro seriam definidos novos critérios para a distribuição. Mas, Castro reconheceu que ministério ainda não sabe a quantidade exata de repelente que pode ser adquirida. Na sexta-feira, Dilma Rousseff visitará a Sala Nacional de Coordenação e Controle do Plano de Enfrentamento à Microcefalia, em Brasília, de onde conduzirá, por videoconferências, reunião com os governadores, cada um nas respectivas salas estaduais de combate ao mosquito. Existe a previsão que no dia 13 de fevereiro, haja um mutirão das Forças Armadas, onde 220 mil homens vão visitar casa por casa do Brasil.