Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Dilma defende o ministro

A presidente Dilma Rousseff negou, ontem, no Equador, que o Brasil esteja perdendo a batalha no combate ao mosquito transmissor de zika, dengue e chikungunya. A declaração veio em resposta à fala do ministro da Saúde, Marcelo Castro, que disse que o País vem “perdendo feio” a batalha contra o Aedes.

“Não, a batalha não está perdida, não. Isso não é o que ele está pensando, nem o que ele disse”, afirmou Dilma ao deixar a IV Cúpula da Celac (Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos), em Mitad del Mundo, nos arredores de Quito. “O que ele disse é, se nós todos não nos unirmos e se a população não participar, perdemos a guerra”, defendeu.