Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Funcionários são transferidos

Seis funcionários de embaixadas dos EUA em países que registram epidemia de zika pediram para deixar seus postos em razão de temor dos efeitos da doença em grávidas de suas famílias. O Departamento de Estado não revelou se o Brasil está entre os países afetados pela decisão, que também abrange 14 familiares dos servidores. Segundo o governo norte- americano, os pedidos de transferência foram registrados em países para os quais o Centro de Prevenção e Controle de Doenças (CDC) emitiu alertas. Entre eles, Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Paraguai e Venezuela.