Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Transplantados de fígado sem remédios

Sem remédio, pacientes transplantados de fígado temem perder o órgão e até a própria vida caso não consigam manter a terapia com a medicação Sirolimo. A droga, fornecida pelo SUS, está em falta há três meses na Farmácia do Estado. Ela evita a rejeição ao novo órgão e, comercialmente chega a custar R$ 2mil, a caixa, que, dependendo do paciente, pode durar só um mês. A Unidade de Transplante de Fígado (UTF) tem adotado estratégias de socorro para quem já não consegue mais o Sirolimo, como o rateio de caixas entre os pacientes que ainda têm comprimidos em casa e que s solidarizam com os demais.

Julianne de Jesus, 33, estava há quatro dias sem o Sirolimo. Ela é um dos casos mais grave da UTF. Já fez três transplantes de fígado entre 2014 e 2015. Precisa de dez comprimidos de 1mg por dia para evitar a rejeição. “A falta está recorrente”.

O caso já foi levado à promotora de Saúde do MPPE, Helena Capela, que oficiou a Secretaria de Saúde acerca do desabastecimento, bem como medi- das de regularização. A Farmácia de Pernambuco informo que já finalizou a compra do Sirolimo e aguarda a entrega.