Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Dia Nacional de Combate ao Diabetes

MARIA AMAZONAS*

Um dia para pensar na saúde e em como essa doença vem avançando no País e no mundo. Isso porque os hábitos de vida das pessoas infelizmente não andam muito saudáveis. Obesidade, alimentação inadequada e sedentarismo são elementos favoráveis ao surgimento do diabetes. Estima-se que cerca de 60%dos portadores da doença sejam obesos. A incidência é maior após a quarta década.

Segundo a OMS, serão aproximadamente 320 milhões de diabéticos até 2025. Os números indicam que o diabetes tipo 2 deve ser a doença mais frequente, estando ligada às principais causas de mortalidade do homem. Esse crescimento acelerado se dá muito em função dos hábitos da vida moderna, tais como os já citados sedentarismo e obesidade, entre outros fatores.

O diabetes tipo 1 acontece quando a produção de insulina do pâncreas é insuficiente, pois suas células sofrem de destruição autoimune. O pâncreas perde a capacidade de produzir insulina em decorrência de um defeito do sistema imunológico, fazendo com que os anticorpos ataquem as células que produzem esse hormônio. Corresponde a menos de 10% dos casos de diabetes, ocorrendo predominantemente na infância e adulto jovem.

O excesso de ingestão calórica na base atual de alimentação e a diminuição do gasto de energia têm resultado num crescimento da obesidade e de suas patologias associadas. Assim, tanto para prevenção quanto para o tratamento do diabetes, são imprescindíveis as mudanças no estilo de vida.

Ter uma vida saudável é um desafio a todos. O desenvolvimento dos recursos tecnológicos facilita a vida ao sedentarismo, assim como os alimentos pré-prontos, disponíveis e acessíveis, devido à falta de tempo, acarretam em hábitos alimentares inadequados. Muito açúcar, muito sal e gordura. Um pacote “explosivo”.

Sendo assim, esse conjunto de fatores que deveria tornar as vidas mais “simplificadas” e produtivas, acaba por comprometer a vida pessoal e profissional em função da maior incidência de doenças como o diabetes.

No Recife, este assunto será tema de grande evento, de 30 de junho a 02 de julho, o Endorecife 2016, congresso promovido pela SBEMSociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia /SBEM-PE. O evento acontece no Sheraton Reserva do Paiva e vai reunir os principais nomes do País e internacionais especializados em Endocrinologia e especialidades associadas.

*PRESIDENTE DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ENDOCRINOLOGIA E METABOLOGIA – REGIONAL PE