Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Mulher recebe coração de alemão morto

RIO DE JANEIRO (ABr) – Um amulher de 66 anos, cuja identidade não foi divulgada, recebeu o coração do técnico da equipe de canoagem da Alemanha, Stefan Henze, morto aos 35 anos em um acidente de carro no Rio de Janeiro, na última segunda-feira, após sofrer um traumatismo craniano. A cirurgia ocorreu na noite da última terça-feira, no Instituto Nacional de Cardiologia (INC), na Zona Sul do Rio. De acordo como INC, a receptora do órgão transplantado tem um quadro de saúde estável.

De acordo com o Programa Estadual de Transplantes, depois da morte encefálica do alemão, que voltava para o Parque Olímpico de madrugada, quando ocorreu o acidente (o táxi se chocou contra uma mureta), a família autorizou a doação de seus órgãos.

Além do coração, foram captados os rins e o fígado de Henze. O destino desses órgãos, contudo, ainda não foram informados. Medalhista de prata nas Olimpíadas de Atenas, na Grécia (2004), Stefan Henze veio à Capital Carioca para participar dos Jogos como técnico da equipe de canoagem da categoria slalom.

O acidente que acabou o matando, deixou outro membro da delegação alemã ferido. Christian Käding, contudo, foi liberado do hospital no mesmo dia. O taxista não se machucou e prestou socorro às vítimas.