Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Armadilhas contra Aedesno Porto

Noventa armadilhas para o Aedes aegypti foram instaladas ontem no bairro do Recife, Zona Central da Capital. As ovitrampas, como são chamadas, permitem o monitoramento da infestação do mosquito na área portuária do Recife. Atualmente, quase 800 estão espalhadas em diversos pontos da cidade. O equipamento foi colocado pela equipe de Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde e são uma estratégia intensificada firmada por uma parceria da Prefeitura do Recife com a administração do Porto do Recife.

A ovitrampa é feita com parte de garrafas plásticas pintadas de preto, para simular o ambiente favorável ao mosquito Aedes aegypti. Seu interior contém água, larvicida biológico e uma palheta feita de folha de Eucatex, onde as fêmeas depositam seus ovos. O plano de controle consiste em coletar as palhetas, a cada 15 dias, para contagem dos ovos em laboratório. Isso vai permitir a emissão de relatórios que vão nortear a realização de medidas de controle na cidade. “Podemos dizer que a epidemia da dengue, iniciada no fim de 2015, diminuiu. Isso não significa que estamos livres da epidemia, mas que precisamos ficar atentos a novas tecnologias de prevenção”, disse o Secretário de Saúde Jailson Correia.

Arboviroses

Ontem, o Governo do Estado lançou ainda novo boletim de arboviroses, doenças causadas pelo mosquito. Na última semana, Pernambuco registrou dois novos óbitos, sendo que um estava confirmadamente com zika. Foram 600 confirmações dessas doenças. Foram 968 novos casos de dengue notificados durante a última semana, elevando o número para 102.209. Já a Chikungunya teve 470 notificações entre os dias 3 e 10 deste mês. O menor número foi o de zika vírus, que com seis notificações e quatro casos confirmados. O Estado já registra 152 casos com resultado positivo para o vírus. Para denunciar focos do mosquitoAedes aegypti na Cidade, o usuário pode entrar em contato com a Ouvidoria da Saúde através do email: ouvidoria.saude@recife.pe.gov.br e do telefone: 0800.281. 1520.