Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Porto Social abre inscrições

O Porto Social é a única incubadora do gênero do Brasil e lança hoje seu segundo edital para receber projetos. As inscrições serão recebidas até 15 de abril. Na ocasião, serão ofertadas 35 vagas. Atualmente, 50 incubadoras atuam no projeto, entre elas o projeto AMAR, que atende mães de crianças com doenças raras; o Pereirinha Futebol Clube, que atua em Água Fria promovendo a educação por meio do esporte, e o Sons do Silêncio, projeto de música para surdos.
As incubadoras são projetos que recebem assistência na forma de suporte contábil, jurídico e administrativo ao longo de um ano para que possam se organizar enquanto empresa. No ano passado, primeira edição do edital de incubadoras, foram recebidas 250 inscrições. Neste ano, a expectativa é que esse número seja bem maior. Como método de organização, as incubadoras são divididas em nove categorias. As que mais agregam projetos são as categorias de educação e inclusão social. No entanto, o Porto também trabalha com as seguintes subdivisões: esportes, meio ambiente, igualdade de gênero, cultura, inovação, idosos e saúde.
Entre as novidades deste ano estão a continuidade da incubação de projetos graduados e o lançamento oficial dos residentes, empresas já consolidadas quanto à estrutura. Além disso, estão sendo ofertadas 35 vagas, já que 15 projetos do ano passado continuarão no processo de incubadoras para que se estruturem ainda mais enquanto organização.
Todas as terças e quintas-feiras, um grupo de 40 mães vai até Boa Viagem para receber o acompanhamento e assistência jurídica do projeto AMAR, alianças de mães e famílias raras. A principal intenção do projeto é atender mães cujos filhos possuam algum tipo de doença rara, como explicou uma das criadoras da iniciativa, Pollyana Dias. “O foco do projeto é cuidar das mães, devolver a elas a sensação de pertencimento. Lidamos com doenças raras. As mães também precisam desse cuidado.”