Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Hospital Agamenon Magalhães adota novo sistema de marcação de consultas

O telefone 0800.281.2025 que era utilizado para marcação de consultas no Hospital Agamenon Magalhães, no bairro de Casa Amarela, na Zona Norte do Recife, vai deixar de funcionar. A mudança começa em janeiro de 2018 e tem o objetivo de facilitar a vida do paciente. Segundo a unidade de saúde, será implantado um novo modelo de marcação de consultas.

A partir do próximo ano, os pacientes atendidos na unidade que necessitarem de uma consulta de retorno ou de exames pós-atendimento no ambulatório terão os agendamentos feitos, exclusivamente, na própria unidade logo após a consulta médica. Todas as consultas de primeira vez irão continuar sendo marcadas pelo próprio município de origem, pela secretaria municipal de saúde ou unidades de saúde da família.

Por conta das mudanças, o telefone vai deixar de funcionar. No entanto, até fevereiro, o número continua atendendo a população apenas para tirar dúvidas sobre esse processo. É importante destacar que o paciente que foi atendido no ambulatório, em 2017, e tiver o encaminhamento para uma consulta de retorno terá os meses de janeiro e fevereiro de 2018 para realizar a marcação por meio da unidade de saúde da família mais próxima da sua residência ou na própria secretaria de saúde do município.

A coordenadora médica do ambulatório do HAM, Gladis Thum, informou que o objetivo é que o paciente atendido no hospital já saia com a consulta de retorno agendada e que ele evite ligar para o 0800 ou enfrentar longas filas.

A unidade de saúde está trabalhando com uma agenda de, no mínimo, seis meses, para facilitar as marcações. No hospital, são ofertadas consultas de otorrinolaringologia (clínica e cirúrgica), endocrinologia (infantil e adulto), cardiologia (adulto e pediátrica) e cirurgias geral, vascular, plástica e ginecológica.

O HAM atende cerca de 5 mil pacientes por mês nas quatro emergências (clínica, cardiológica, otorrinolaringologia e maternidade de alto risco) e oferta 7 mil consultas ambulatoriais por mês, além de cerca de 400 partos. Uma das principais áreas de referência é a cardiologia, contando com serviço de hemodinâmica com atendimento em tempo integral.