Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Método menos invasivo de transplante de córnea beneficia pacientes em PE

Um método minimamente invasivo para a realização de transplantes de córnea vem apresentando excelentes resultados para pacientes operados pela Fundação Altino Ventura (FAV), no Recife. A Fundação foi o primeiro hospital oftalmológico a fazer o precedimento em  Pernambuco, no ano de 2015. Até o momento, 102 cirurgias deste tipo foram executadas.

índice de rejeição dos pacientes é 1%, pois apenas a estrutura doente da córnea é transplantada e não há a troca de toda a espessura do tecido, como no método tradicional.

Um dos outros diferenciais do método é a redução do tempo de recuperação do paciente de dois anos para um intervalo de um a três meses. Até o mês passado, o oftalmologista Lúcio Maranhão, era o único cirurgião de Pernambuco apto a fazer a cirurgia. Ele ministrou um curso para 12 cirurgiões brasileiros e colombianos, onde repassou a técnica, que beneficiará muito mais pessoas.