Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Vacinação vai até o próximo dia 14

Pelo menos 16 dos 184 municípios pernambucanos prorrogaram a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo até o próximo dia 14. Eles não atingiram a meta de vacinar 95% de suas crianças entre 1 ano e menores de 5 (4 anos, 11 meses e 29 dias). Na lista dos que não conseguiram imunizar o percentual mínimo de meninos e meninas contra a pólio estão: Afrânio, Araripina, Belém de São Francisco, Bodocó, Dormentes, Exu, Iguaraci, Ipubi, Itacuruba, Moreilândia, Parnamirim, Santa Cruz, Santa Filomena e Terra Nova, no Sertão, e Lagoa dos Gatos e Tacaimbó, no Agreste. Contra o sarampo, a lista se repete, com exceção de Bodocó.

“Esses municípios que ainda não atingiram meta devem realizar busca ativa e ações que estimulem a ida aos postos de saúde. Quanto mais meninos e meninas imunizados, menores a chance de adoecimento por essas doenças”, afirma a coordenadora do Programa Estadual de Imunização, Ana Catarina de Melo. Ela ressalta, ainda, que as cidades que não chegaram aos 100% de cobertura também podem lançar estratégias para conseguir esse patamar.

Pernambuco ficou entre os três primeiros Estados que atingiram a meta mínima de imunizar 95% de suas crianças. Durante a campanha de vacinação – de 6 a 31 de agosto – 551.812 meninos e meninas (101,40%) foram vacinados contra a poliomielite e 552.428 contra o sarampo (101,52%).

“Esse resultado mostra o esforço dos diversos atores envolvidos nesse processo. Tivemos bons exemplos de municípios que foram até as crianças, em áreas de sítio ou de difícil acesso, como Ibimirim, no Sertão; parcerias com escolas e creches, como foi feito em Ribeirão, na Zona da Mata Sul; e a ampliação do horário de atendimento nos postos de saúde, a exemplo do Recife. Essas atividades ajudaram bastante a conseguirmos superar a meta vacinal”, pontua Ana Catarina de Melo.

O Ministério da Saúde decidiu prorrogar a campanha por mais 15 dias porque, pelos dados preliminares, a média de vacinação está em 88%. Em apenas sete Estados a meta de vacinar pelo menos 95% do público-alvo foi atingida: Amapá, Espírito Santo, Maranhão, Pernambuco, Rondônia, Santa Catarina e Sergipe. Mais de 1,3 milhão de crianças não receberam o reforço dessas vacinas. Em todo o país, foram aplicadas mais de 19,7 milhões de doses das vacinas (cerca de 9,8 milhões de cada).