Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Novos ares por alguns minutos

Internada no Hospital Especializado, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, a auxiliar de ensino infantil Débora Esthefany Dantas de Oliveira, 19 anos, que teve o couro cabeludo arrancado em uma pista de kart na Zona Sul do Recife, no dia 11 de agosto, deixou ontem, pela primeira vez andando, o isolamento do quarto hospitalar.

O passeio foi até a cantina da unidade de saúde, por apenas alguns minutos porque a jovem passou por procedimentos cirúrgicos e há risco de infecção, mas durou tempo suficiente para renovar as forças diante do longo processo de recuperação. Sorridente e segurando um picolé, Débora aparece em uma imagem do momento, publicada em seu perfil em uma rede social. “Sorrir para o mundo faz ele sorrir para você, seja sua felicidade e nunca desista dos seus sonhos. No final, vai dar tudo certo. Um pedacinho do meu dia a dia para vocês”, disse ela em uma mensagem relatando a experiência, incluindo as palavras “muito feliz” em uma hashtag.

A fotografia foi feita pelo namorado de Débora, Eduardo Tumajan, que a acompanha em São Paulo. “Ela estava ansiosa para sair do quarto por conta do isolamento. Há alguns dias, tirei uma foto dela vendo o pôr do sol, foi a primeira vez que ela saiu e viu a rua, porém, em uma cadeira de rodas. Hoje, ela decidiu se arrumar toda para tomar um picolé na cantina, foi bem rápido, mas foi um momento muito feliz. Tive que registrar o sorriso dela”, contou Eduardo.

No boletim médico divulgado ontem, o hospital informou que Débora segue em recuperação, no quarto, “com boa evolução clínica e sem intercorrências”. Ela ainda vai passar por outros procedimentos. Segundo o namorado, uma nova intervenção pode acontecer ainda nesta semana. “Talvez, na sexta-feira (27), ela passe por mais uma cirurgia. Alta ainda não tem previsão, o que a gente sabe é que o tratamento vai durar, no mínimo, dois anos, e que, infelizmente, ela não vai ter mais cabelo”, explicou.