Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Estado reabre 151 leitos de UTI

As matérias veiculadas pelo jornal citado como “fonte” não representam a opinião do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe). O clipping tem por objetivo atualizar os leitores das principais notícias referentes à saúde veiculadas no país e, principalmente, no estado de Pernambuco

 Em meio ao aumento de casos do novo coronavírus (covid-19) no Estado, a corrida pela reabertura de leitos para pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) continua em Pernambuco. Ontem o Estado anunciou que as 151 vagas prometidas na semana passada já estão em funcionamento. Os novos leitos foram abertos desde sexta-feira em cinco unidades de saúde do Grande Recife, Sertão e Agreste do Estado. Com o aumento da oferta, a taxa de ocupação em UTIs no Estado passou de 88% para 83%. Dos novos leitos, 50 atendem o Sertão do Estado, sendo 40 (10 de UTI e 30 de enfermaria) na UPAE de Petrolina e 10 de UTI no Hospital Eduardo Campos, em Serra Talhada. O Agreste recebeu 10 novas vagas de terapia intensiva no Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru. Já no Grande Recife são 40 leitos: 30 (sendo 10 de UTI e 20 de enfermaria) estão na Maternidade Brites de Albuquerque, em Olinda; enquanto outros 10 leitos intensivos passaram a funcionar no Hospital Real Português, que mantém convênio com o SUS. Na sexta-feira, 51 leitos já haviam sido colocados em operação no Hospital Agamenon Magalhães (HAM), Zona Norte do Recife. Ao todo, a rede de saúde pública em todo o Estado conta com 1.773 leitos dedicados a pacientes com Srag, com ou sem confirmação laboratorial para o novo coronavírus. Dos 894 de terapia intensiva, 83% estão ocupados. Já a ocupação das 879 vagas de enfermaria era de 67%. A promessa do Estado é, até o final de dezembro, colocar em funcionamento 424 leitos, sendo 159 de UTI e 265 de enfermaria – contando com as vagas abertas em novembro. Ainda conforme anúncio na semana passada, o governo publicou ontem em Diário Oficial a abertura de pregão eletrônico de licitação para a compra de 7,3 milhões de seringas para a vacinação da população contra a doença. Os fornecedores têm até o dia 29 para submeter propostas e a expectativa da gestão é que o processo seja concluído em janeiro de 2021. O Programa Estadual de Imunização já conta com 1,7 milhão de seringas em estoque e outros 1,8 milhão já tiveram a compra finalizada, com entrega prevista “para breve”, segundo comunicado divulgado ontem pelo governo estadual. “Por determinação do governador Paulo Câmara, desde setembro estamos atuando para garantir a logística da preparação da rede de saúde em Pernambuco para a imunização da população contra o novo coronavírus”, esclareceu o secretário de saúde do Estado André Longo. Ontem Pernambuco confirmou 362 casos e 15 óbitos pela covid-19. Agora são 199.046 confirmações laboratoriais e 9.299 vidas perdidas para o vírus.