Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

CoronaVac é 78% eficiente

As matérias veiculadas pelo jornal citado como “fonte” não representam a opinião do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe). O clipping tem por objetivo atualizar os leitores das principais notícias referentes à saúde veiculadas no país e, principalmente, no estado de Pernambuco

A vacina CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan, tem eficácia de 78% nos estudos no Brasil, segundo o governo do estado de São Paulo. Os dados completos já foram apresentados à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), próximo passo para a aprovação emergencial do uso do imunizante no país. Ontem, o governador João Doria (PSDB) disse que a eficácia da vacina ficou entre 78% e 100% para os distintos grupos testados. A eficácia da CoronaVac está acima da meta estabelecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para que uma vacina seja considerada segura, de 50%. ‘Hoje é um dia muito importante para o Brasil e para a saúde. A vacina do Butantan tem eficácia de 78% a 100% contra a Covid-19. O resultado significa que a vacina tem um elevado grau de eficiência para proteger os brasileiros’, afirmou Doria. O início da vacinação no estado de São Paulo está previsto para começar no próximo dia 25 de janeiro. O trâmite para o pedido emergencial da vacina já começou a ser feito junto à Anvisa, segundo o governo paulista. Apesar de já ter ocorrido uma primeira reunião, com apresentação de informações, a Anvisa divulgou uma nota informando que a solicitação oficial ainda não foi realizada junto à agência. A eficácia mostra que a CoronaVac protegeu 100% contra casos leves e moderados do coronavírus. A internação hospitalar também foi evitada em 100% dos casos, segundo os dados apresentados. No caso do atendimento ambulatorial, foi eficaz em 78%.