Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Pouco mais de 118 mil doses da Coronavac chegam ao Recife

As matérias veiculadas pelo jornal citado como “fonte” não representam a opinião do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe). O clipping tem por objetivo atualizar os leitores das principais notícias referentes à saúde veiculadas no país e, principalmente, no estado de Pernambuco

Desembarque das doses ocorreu na manhã deste domingo (7), em voo da empresa Azul

Chegou a Pernambuco, na manhã deste domingo (7), o terceiro lote de vacinas da Coronavac, o imunizante produzido pelo Instituto Butantan (SP) com a farmacêutica chinesa Sinovac. Ao todo, foram entregues 118.200 doses.

O lote veio à capital pernambucana por um avião da Azul, que desembarcou às 10h58 no Aeroporto dos Guararapes, Zona Sul da cidade e, segundo o Governo do Estado, até o meio-dia desta segunda-feira (8), as doses estarão disponíveis para todos os municípios.

Do terminal, os imunizantes, que vão reforçar a imunização dos profissionais de saúde, foram levados para a Central de Armazenamento da Secretaria Estadual de Saúde (SES), de onde serão distribuídos aos municípios.

“A distribuição começa hoje para as 12 regionais de saúde, que repassarão para todos os municípios do Estado. Vamos dar continuidade à vacinação dos trabalhadores da saúde nesse momento”, reforçou a superintendente de imunizações da Secretaria de Saúde de Pernambuco, Ana Catarina de Melo.

Este é o terceiro lote de Coronavac que chega a Pernambuco desde o início da vacinação contra o novo coronavírus, no dia 18 de janeiro. Na primeira remessa, foram enviadas 270 mil doses do imunizante. Na segunda, mais 34.800.
 
Todas elas foram remetidas ao subgrupo de priorização, formado por trabalhadores da saúde que trabalham em UTIs e enfermarias de Covid-19, indígenas aldeados e moradores e funcionários de instituições de longa permanência.
 
Nesse meio-tempo, com o envio de 84 mil doses da vacina de Oxford/AstraZeneca/Fiocruz, foi possível contemplar os idosos a partir de 85 anos. Agora, a chegada de novos imunizantes do Butantan permitirá expandir o número de profissionais imunizados.