Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Anvisa vai agilizar aprovação de vacinas

As matérias veiculadas pelo jornal citado como “fonte” não representam a opinião do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe). O clipping tem por objetivo atualizar os leitores das principais notícias referentes à saúde veiculadas no país e, principalmente, no estado de Pernambuco

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou ontem que vai retirar a obrigação de exigência da fase 3 de testes no Brasil para uso emergencial de vacinas contra o novo coronavírus. A mudança ocorre para que toda a documentação dos estudos clínicos das fabricantes de imunizantes possa ser apresentada à agência no menor tempo possível.

A atualização da norma se torna essencial para que vacinas aprovadas em outros países e que estejam na fase 3 cheguem ao Brasil com mais rapidez, desde que tenham certificado de segurança e eficácia nos testes.

A mudança já vinha sendo estudada pela Anvisa, por causa da dificuldade enfrentada pelo governo federal para a compra de vacinas.

A nova medida pode acelerar a aprovação de vacinas como a russa Sputnik V, que teve resultados de fase 3 divulgados nesta semana. Dados preliminares mostram que o imunizante tem eficácia de 91,6%, de acordo com a revista científica Lancet.

O Brasil já tem um acordo com a farmacêutica União Química para produzir a vacina russa.