Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Novo hospital de campanha em PE avança

As matérias veiculadas pelo jornal citado como “fonte” não representam a opinião do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe). O clipping tem por objetivo atualizar os leitores das principais notícias referentes à saúde veiculadas no país e, principalmente, no estado de Pernambuco

COVID Licitação vai contratar empresa para instalar e montar unidade

O governo do Estado avanço na proposta de criar um novo hospital de campanha para atender os pacientes internados por causa da covid-19. A Secretaria Estadual de Saúde (SES) publicou no Diário Oficial, no último sábado, o aviso de licitação para contratar a empresa que será responsável pela instalação e montagem da unidade de saúde. O endereço foi definido: será no bairro dos Coelhos, na área central do Recife. É o mesmo espaço onde foi instalado o maior hospital de campanha criado pela Prefeitura do Recife, mas desativado em agosto de 2020 após queda dos casos de internação da doença. O teto previsto no pregão eletrônico é de R$ 12,4 milhões e as propostas podem ser entregues pelas empresas interessadas em participar até o dia 26 de fevereiro, dia em que também acontecerá o leilão. De acordo com a licitação, a empresa deverá fornecer a infraestrutura, incluindo o fornecimento de equipamentos, além da montagem e desmontagem do hospital de campanha.

Paralelo ao anúncio da licitação, o governo estadual também solicitou a requisição administrativa do imóvel localizado na Rua Largo dos Coelhos, número 39, que irá abrigar a unidade de saúde. O Estado vai indenizar o dono do imóvel e explicar que a requisição se dará em função de uma emergência de saúde público, motivada pela pandemia do novo coronavírus. No dia 14 de janeiro, o Blog do Jamildo antecipou a informação de que o governo do Estado estudava a criação de um hospital de campanha, com cerca de 8.500 metros quadrados e 200 vagas de estacionamento. A rede estadual de atendimento à covid-19 conta hoje com de 1.925 leitos e uma ocupação média de 76%. Desse total de leitos, 993 são de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e estão com ocupação de 87% e outros 932 são de enfermaria, com 68% deles disponibilizados.

A necessidade de ampliar o número de leitos é para atender a um possível crescimento no número de casos nos próximos meses, como vem acontecendo em vários estados brasileiros. Desde o início da pandemia até ontem, Pernambuco já contabiliza 280.528 casos confirmados e 10.662 mortes pelo novo coronavírus. Os dados são referentes ao mais recente boletim divulgado pela SES na noite de ontem. Somente ontem, 18 novos óbitos foram confirmados no Estado. Desse total, dez eram do sexo masculino e oito do feminino.

As vítimas da covid-19 tinham idades entre 42 e 93 anos. Onze delas tinham doenças pré-existentes: diabetes (8), doença cardiovascular (7), hipertensão (3), doença renal (2), doença hepática (1), tabagismo (1) e etilismo (1) – um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Um não tinha comorbidades e os demais casos seguem em investigação.

DESATIVAÇÃO

A Prefeitura do Recife instalou sete hospitais de campanha na cidade no ano passado. Nos Coelhos, foi o Hospital Provisório Recife 2. A gestão municipal ainda mantém uma unidade provisória para tratamento de pacientes com covid na Rua da Aurora, na área central da capital.

VACINAÇÃO

Até ontem, Pernambuco já aplicou 254.669 doses da vacina contra a covid-19, das quais 223.207 foram primeiras doses. Ao todo, foram feitas a primeira dose do imunizante em 126.396 trabalhadores de saúde; 23.553 povos indígenas aldeados; 5.076 idosos em Instituições de Longa Permanência; 67.457 idosos a partir dos 85 anos, além de 725 pessoas com deficiência institucionalizadas. Em relação à segunda dose, foram beneficiados 21.879 trabalhadores de saúde; 7.542 povos indígenas aldeados; 1.959 idosos institucionalizados e 82 pessoas com deficiência institucionalizadas; totalizando 31.462 pessoas que finalizaram 223 mil pessoas tomaram a primeira dose da vacina contra a covid-19 no Estado até agora 126 mil trabalhadores da saúde já tomaram a primeira dose do imunizante, segundo a SES a imunização.

Na capital pernambucana, 52.142 pessoas já foram vacinadas contra o novo coronavírus. Desse total, 24.332 são trabalhadores de saúde da linha de frente contra a doença. Para tomar a vacina no Recife, as pessoas incluídas nesta etapa precisam realizar o agendamento por meio do Conecta Recife (www.conectarecife.recife.pe.gov.br) ou no aplicativo disponível nas lojas PlayStore, para Android; e AppStore, para dispositivos iOS. Se estiver dentro da faixa etária acima dos 80 anos e for acamado, deverá marcar a opção disponível no cadastro para receber a visita de uma das equipes volantes. A imunização tem sido realizada de domingo a domingo, das 7h30 às 18h30, em nove centros de vacinação e cinco pontos de drive-thru. Os pontos estão instalados no Compaz Dom Helder Câmara, no Coque; Unidade de Cuidados Integrais (UCIS) Guilherme Abath, no Hipódromo; Escola Nilo Pereira, em Casa Amarela; Compaz Miguel Arraes, na Caxangá; Compaz Ariano Suassuna, no Cordeiro; Escola Miguel Arraes de Alencar, na Estância; Ginásio Geraldão, na Imbiribeira; Escola Nadir Colaço, na Macaxeira; e UPA-E Fernando Figueira, no Ibura. Também há cinco pontos de drive-thru, que funcionam no Parque da Macaxeira, Geraldão, UFPE, Estádio do Arruda e Tribunal Regional Federal da 5ª Região. 21 mil trabalhadores da saúde já foram beneficiados com a segunda dose da vacina, informou a SES 18 novas mortes pela covid-19 foram confirmadas ontem em Pernambuco