Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Estado vai negociar vacina

As matérias veiculadas pelo jornal citado como “fonte” não representam a opinião do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe). O clipping tem por objetivo atualizar os leitores das principais notícias referentes à saúde veiculadas no país e, principalmente, no estado de Pernambuco

Com 10,5 milhões de pessoas contaminadas pela covid-19 no País, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, junta-se a gestores de outros Estados brasileiros para tentar comprar vacina contra o novo coronavírus diretamente nos laboratórios fabricantes. Amanhã, ele estará em Brasília para participar de uma reunião com a diretoria da farmacêutica União Química, produtora no Brasil da vacina russa Sputnik V. A ação é articulada pelo Fórum de Governadores do Brasil. Prefeitos de várias cidades, reunidos na Frente Nacional de Prefeitos (FNP), também começam nesta semana a articulação para formar um consórcio com o mesmo objetivo. Segundo painel do Ministério da Saúde que contabiliza o total de pessoas imunizadas, até ontem havia 6,8 milhões de brasileiros vacinados contra a covid-19, dos quais só 1,4 milhão receberam as duas doses. O País tem população de cerca de 211 milhões de habitantes, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em Pernambuco, conforme a Secretaria Estadual de Saúde, houve a aplicação de 397.950 doses da vacina, das quais 289.930 foram primeiras doses. O Estado registrou, até ontem, 10.996 mortes de pessoas provocadas pelo novo coronavírus. “Irei a Brasília na terça-feira para uma reunião visando a aquisição da vacina Sputink para os pernambucanos e pernambucanas”, destacou Paulo Câmara, em vídeo postado nas suas redes sociais, após ter participado de mais uma reunião, ontem, do Gabinete de Enfrentamento à Covid-19. “Os dados mostram um panorama preocupante de internações de covid-19 que continuamos monitorando em tempo real”, destacou o governador. Segundo a assessoria dele, não há ainda uma definição de quantas doses de vacina poderão ser compradas pelo Estado. Entre os governadores que farão parte da reunião estão o de Alagoas, Renan Filho, e do Ceará, Camilo Santana. Semana passada, o Supremo Tribunal Federal autorizou Estados e municípios a adquirirem vacinas contra o novo coronavírus, mesmo sem a certificação da Anvisa, no caso de as doses previstas no Plano Nacional de Imunização (PNI) serem consideradas insuficientes. No dia seguinte à decisão, o prefeito do Recife, João Campos, e o de Petrolina, Miguel Coelho, sinalizaram que iriam negociar com as fabricantes. O laboratório União Farmacêutica protocolou na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o pedido para uso emergencial no Brasil de 10 milhões de doses da vacina Sputnik V. A empresa também informou que o imunizante será produzido, no País, nas fábricas de Brasília e Guarulhos. A vacina apresentou eficácia acima de 90% contra o novo coronavírus na última etapa de testes, segundo a Rússia. MAIS LEITOS Neste final de semana foram abertos 20 leitos de UTI para pacientes com covid-19 na rede estadual. As novas vagas estão no Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa, na Estância, Zona Oeste do Recife. Outras 10 vagas devem ser disponibilizadas nos próximos dias.